Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

10 erros comuns no uso de máscara que devem ser evitados a todo o custo

De nada serve utilizar as máscaras de proteção se não respeitarmos algumas regras básicas. Pelo bem da nossa saúde, mas também da dos outros.

United Nations COVID-19 Response on Unsplash
United Nations COVID-19 Response on Unsplash
Autor: Redação

As máscaras são essenciais, obrigatórias e também se tornaram na nossa melhor arma para combater e travar a expansão da pandemia da Covid-19. Mas usá-las não é suficiente. É preciso saber fazê-lo e não cometer erros de principiante que podem comprometer a nossa saúde e a dos outros. Não lavar as mãos antes e depois de colocar a máscara é um dos grandes erros, mas há muitos outros aos quais é preciso estar atento.

1. Não desinfetar as mãos

Começamos pelo erro já referido e que é fundamental para uma correta utilização da máscara. De nada serve ser cuidados se antes de colocá-la não tiveres lavado as mãos – de preferência com água e sabão. As mãos são a parte do corpo que mais acumula patógenos, portanto, se as sujares, contaminarás imediatamente a máscara, por mais nova que seja.

Photo by Kelly Sikkema on Unsplash
Photo by Kelly Sikkema on Unsplash

2. Tocar na máscara mil vezes

Deves evitar manipulá-la pela parte central, nem por dentro nem por fora. É aqui que a maioria das bactérias se acumula. Mesmo que seja necessário ajustá-la, deverás fazê-lo através dos elásticos laterais.

Photo by Solen Feyissa on Unsplash
Photo by Solen Feyissa on Unsplash

3. Levá-la no queixo ou tipo pulseira no braço

É inútil utilizá-la, uma vez que estás a contaminá-la. Quando a voltares a colocar não há garantia de proteção.

Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash
Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

4. “Esticar” a sua utilização

Se utilizarmos a máscara por mais tempo que deveríamos, anulamos a sua eficácia. As cirúrgicas não devem ser utilizadas durante mais de quatro horas, por exemplo – e devem ser depois deitadas no lixo. As reutilizáveis também têm um número máximo de lavgens recomendado que deve ser cumprido.

Photo by Ewien van Bergeijk - Kwant on Unsplash
Photo by Ewien van Bergeijk - Kwant on Unsplash

5. Desinfetar e pendurar ao sol

Já sabemos que os cientistas acreditam que o calor mata o vírus ou que, pelo menos, ele se deteriora mais rapidamente nas superfícies. Mas esse não é o caso das máscaras cirúrgicas, por exemplo, cujo tecido se estraga a altas temperaturas e que, por isso, devem ser deitadas fora.

Photo by visuals on Unsplash
Photo by visuals on Unsplash

6. Retirá-la para falar ao telefone

Podes perfeitamente manter uma conversa com máscara e, assim, evitas manuseá-la com as mãos sujas e contaminá-la repetidamente. Um erro ainda mais sério é tirá-la quando vires alguém.

Photo by Portuguese Gravity on Unsplash
Photo by Portuguese Gravity on Unsplash

7. Não deixar sobre a mesa ou guardar no bolso

Este gesto poderá contaminar locais ou o que tiveres dentro da mala/mochila. O ideal é guardá-la, dizem os especialistas, num envelope de papel ou numa pequena caixa que deve ser desinfetada diariamente.  

Photo by Evgeni Tcherkasski on Unsplash
Photo by Evgeni Tcherkasski on Unsplash

8. Escolher uma demasiado grande ou demasiado pequena

Para que funcionem, as máscaras devem encaixar perfeitamente no rosto, sem "brechas" por onde o vírus possa escapar - desde o nariz até ao fundo do queixo. De ves por exemplo comprar máscaras infantis especiais para os teus filhos porque, neste caso, o tamanho é muito importante.

Photo by Edwin Gonzalez on Unsplash
Photo by Edwin Gonzalez on Unsplash

9. Pulverizar com perfume ou desinfetante

Embora os géis hidroalcoólicos com pelo menos 70% de álcool eliminem o vírus quando lavas as mãos com eles, isso não significa que desves borrifar as máscaras com eles (e muito menos com perfume).

Photo by Ewien van Bergeijk - Kwant on Unsplash
Photo by Ewien van Bergeijk - Kwant on Unsplash

10. Lavar a frio

Se utilizares máscaras de pano será necessário higienizá-las após cada uso. Mas, atenção, para que esta limpeza seja eficaz tem que ser feita com água a 60 graus ou mais e detergente ou sabão. 

Photo by Raychel Espiritu on Unsplash
Photo by Raychel Espiritu on Unsplash