Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Vai haver cinco pontes em 2017 que custarão... 185 milhões de euros

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

No próximo ano haverá cinco pontes, já que cinco feriados estão “calendarizados” para terças ou quintas-feiras. E mais: há ainda um (1 de novembro) a meio da semana. Boas notícias, portanto, para os trabalhadores. Por outro lado, os custos destas paragens estão estimados em 37 milhões de euros, ou seja, 185 milhões ao todo. Por esta razão, os empresários vêem com bons olhos a hipótese de “colar” os feriados aos fins de semana.

Os portugueses gozam esta sexta-feira (dia 27) o primeiro dos quatro feriados que tinham sido suprimidos em 2012 e que foram repostos este ano, pelos partidos que suportam politicamente o Governo. Em 2017, com esta mesma reposição de feriados, haverá cinco pontes, escreve o Dinheiro Vivo.

Segundo a publicação, turismo ou o comércio ganham com as pontes, mas os poucos estudos existentes tendem a concluir que os custos superam os ganhos. Para Paula Carvalho, economista chefe do BPI, há vantagens – do ponto vista económico – em acabar com as pontes e colar os feriados aos fins de semana, um tema que poderá voltar a ser discutido em breve em Concertação Social. A responsável reconhece, no entanto, que o tema é difícil, pelo simbolismo que as datas têm para as pessoas. Já Francisco Madelino, especialista em matérias laborais, considera que a medida não trará grandes saltos na produtividade.