Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Espanhola Vía Célere entra em Portugal com empreendimento Célere Miraflores

Juan Antonio Gómez-Pintado, presidente da companhia  / Via Célere
Juan Antonio Gómez-Pintado, presidente da companhia / Via Célere
Autor: Redação

A espanhola Vía Célere, promotora especializada no desenvolvimento, investimento e gestão de ativos imobiliários, lança agora o seu primeiro empreendimento em Portugal. O Célere Miraflores está localizado em Oeiras e corresponde a um conjunto residencial composto por 100 casas, distribuídas por quatro edifícios e 9 pisos. A maioria das casas tem vista sobre o rio Tejo e a cidade de Lisboa.

"O mercado português representa uma grande oportunidade para o setor imobiliário, dado o seu crescimento sustentado e o aumento de confiança dos consumidores", declara Juan Antonio Gómez-Pintado, presidente da companhia, citado em comunicado. 

Desde a sua fundação em 2017, a Via Célere já entregou mais de 2.326 casas um pouco por toda a geografia espanhola. No início deste mês de outubro ficou a saber-se que os seus ativos vão ser integrados com os da antiga concorrente Aelca - que atualmente são do mesmo grupo - pelo fundo de investimento norte-americano Värde Partners. O acionista maioritário das duas empresas pretende com esta operação criar um gigante da promoção imobiliária em Espanha, somando um volume de ativos de 2.203 milhões de euros e com capacidade para levar 24.000 casas.

O que distingue este projeto

Localizado junto ao Parque Santo António - numa zona com escolas e áreas verdes -, o emprendimento é composto por casas de 1 a quatro quartos, e coberturas de 3 e 4 quatros, com "acabamentos de desenho moderno, grandes janelas e varandas".

"Na nossa primeira promoção quisemos usar a inovação e a tecnologia que temos vindo a desenvolver ao longo dos mais de nossos 10 anos de experiência, de forma a criar casas que se adaptem às necessidades dos nossos clientes", acrescenta Gómez-Pintado.

Por isso, Célere Miraflores "conta com tudo o que é necessário para que os seus residentes possam usufruir de todas as comodidades da cidade sem sair de casa", aponta a promotora, referindo-se ao ginásio, sala social gourmet e sala preparada para as crianças, dentro da urbanização fechada. A empresa destaca ainda o facto de todas as casas terem uma classificação energética de classe A.