Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construção cresce em Portugal acima da média da Zona Euro

Em contra-ciclo, o mercado nacional ocupa o terceiro lugar do ranking. Na variação homóloga, a produção de agosto subiu 2,8%

Photo by 贝莉儿 DANIST on Unsplash
Photo by 贝莉儿 DANIST on Unsplash
Autor: Redação

A indústria portuguesa de construção está mais dinâmica e regista melhor desempenho do que a média europeia. Em agosto, num mês em que a Zona Euro viu a produção na construção cair, Portugal destacou-se, em contra-ciclo, sendo mesmo um dos três em que este indicador mais subiu.

O desempenho de 2,8% registado nesse mês compara com a subida homóloga de 1,2% (zona euro) e 1,9% (União Europeia), segundo revelou o Eurostat esta quinta-feira.

Na comparação com julho, a produção na construção recuou 0,5% na zona euro e 0,2% na UE. Mas, Portugal escapou à redução e manteve-se em modo de subida (0,9%). .

Na comparação homóloga, as maiores subidas no indicador foram registadas na Roménia (34,2%), Suécia (6,8%) e Hungria (5,9%), contrastando com a redução de produção na Eslovénia (-7,5%), Eslováquia (-6,9%) e Bélgica (-2,5%).

O resultado da Suécia, um país rico e desenvolvido que era suposto não ter margem de crescimento, é uma surpresa.

Segundo o Eurostat, na evolução em cadeia, os melhores desempenhos pertenceram à Polónia (2,0%), Suécia (1,9%) e Portugal (0,9%). No lado oposto, ficaram a Hungria (-10,5%), na Eslovénia (-3,7%) e na República Checa (-2,8%) que registaram as maiores reduções.