Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mercado municipal de Braga vai renascer com mais espaços e restauração – abre portas em 2020

O concurso público para atribuição dos espaços será feita em duas fases, a primeira destinada aos comerciantes históricos.

www.cm-braga.pt
www.cm-braga.pt
Autor: Redação

As obras de requalificação do mercado municipal de Braga deverão ficar concluídas no São João de 2020, segundo a informação avançada pela vereadora da autarquia com o pelouro da gestão de equipamentos municipais, Olga Pereira. A responsável adianta que o espaço irá ficar mais atrativo para os locais e que "será um elemento de visita incontornável" para turistas.

Olga Pereira fala de um “espaços para todos", em entrevista à RUM - Rádio Universitária do Minho, e que estará preparado para receber atividades tradicionais, mas também novos espaços de restauração e de arrendamento "à semelhança do que acontece em mercados europeus mais modernos".

A autarca adiantou que o novo regulamento do mercado municipal já está em discussão pública, sendo ainda necessária a aprovação da Câmara e da Assembleia Municipal de Braga.

Depois disso, de acordo com Olga Pereira, estarão reunidas as condições para serem lançados os concursos públicos para atribuição dos espaços. O processo será feito em duas fases: a primeira irá abranger os comerciantes históricos, isto é, que já exercem atividade no mercado há muitos anos, e a segunda aos restantes interessados.

O mercado municipal temporário entrou em funcionamento em março de 2019, no Largo do Pópulo e no Campo da Vinha, onde foram instalados os hortofrutícolas, as peixarias, talhos, padarias e café.