Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Reabilitação

Últimas notícias sobre "Reabilitação" publicadas em idealista.pt/news

Revive: Forte da Ínsua (Caminha) ganha nova vida como alojamento turístico

O Forte da Ínsua, localizado na Ínsua de Santo Isidro, na freguesia de Moledo e Cristelo, concelho de Caminha (Viana do Castelo), vai ganhar nova vida ao abrigo do Programa Revive: será um estabelecimento de hospedagem, revelou o Ministério da Economia e da Transição Digital, acrescentando que já foram lançados concursos para a concessão de 21 imóveis no âmbito do programa. 

Notícia sobre:

Obras em casa: qual é o melhor tipo de pavimento para usar?

O chão é um dos principais focos de atenção quando se pensa em fazer obras em casa. E dependendo dos gostos, necessidades e orçamentos disponíveis, existem no mercado várias soluções a ser consideradas. Hoje, no Deco Alerta damos uma ajuda neste tema, para que escolhas o material adequado.

Notícia sobre:

Reabilitação urbana: IFRRU 2020 com 200 contratos assinados e 576 milhões de investimento

O programa Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas (IFRRU) 2020 “chegou aos 200 contratos assinados, com 576 milhões de euros de investimento para a reabilitação integral de edifícios e melhoria do seu desempenho energético”, revelou o Ministério das Infraestruturas e da Habitação, em comunicado.

Notícia sobre:

Israelitas apontam a mira a Lisboa: compram convento para construir hotel de luxo

Antes um convento, em breve um hotel. O Corpus Christi, localizado na Baixa de Lisboa, foi comprado pela cadeia israelita Fattal Hotel Group, para ser transformado num hotel de luxo de quatro estrelas com 130 quartos. A unidade hoteleira, que pertencia à Optylon Krea, ficará localizada na Rua dos Fanqueiros, no quarteirão localizado entre a Rua da Vitória, Rua de São Nicolau e a Rua dos Douradores e vai operar sob marca Leonardo Royal Hotels.

Notícia sobre:

Antiga sede da Federação Portuguesa de Futebol já está a renascer como... Alegria 25

O emblemático edifício nº25 da Praça da Alegria, em Lisboa, que durante 36 anos foi a “casa” da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) – entre 1968 e 2004 –, mudou de mãos no final de 2015. Vai ser reabilitado e dará lugar ao empreendimento residencial Alegria 25. As obras já arrancaram e cinco dos 10 apartamentos já têm dono, revela a In Loco Property Investments, que está a comercializar os imóveis. 

Notícia sobre:

Lisboa: luxuoso Beco Bolacha traz 9 apartamentos e uma moradia ao bairro da Lapa

Chama-se Beco Bolacha e vai nascer no nobre bairro da Lapa, em Lisboa, fruto da reabilitação de dois edifícios residenciais antigos. São ao todo 10 imóveis – nove apartamentos T1 a T4 duplex e uma moradia T1, com áreas entre 64 e 178 metros quadrados (m2) – que custam entre 510.000 e 1.675.000 euros. 

Notícia sobre:

IFRRU 2020 atinge 538 milhões de investimento (financiou 176 projetos) e é distinguido na Europa

O IFRRU 2020 já “atingiu 538 milhões de euros de investimento”, tendo financiado 176 projetos em mais de 60 munícipios, revelou o Governo, adiantando que “o maior programa de incentivo à reabilitação urbana lançado em Portugal” foi distinguido como um 'case study' de sucesso pela Comissão Europeia e pelo Banco Europeu de Investimento. 

Notícia sobre:

Reabilitação urbana: carteira de encomendas cresce 4,5% num ano

Em novembro, o nível de atividade da reabilitação urbana manteve-se estável face ao registado no mesmo mês do ano passado, tendo aumentado ligeiramente (0,2%). Já a carteira de encomendas aumentou 4,5% em termos homólogos. Em causa estão dados da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

Notícia sobre:

Espanhola Drago Capital vai refinanciar reabilitação de dois edifícios em Santos para casas de luxo

A plataforma espanhola de investimento e gestão de propriedades Drago Capital vai refinanciar a reabilitação de dois edifícios icónicos em Santos, na Rua Marquês de Abrantes, em Lisboa. O objetivo do promotor é criar um conjunto de apartamentos de luxo de tipologias T1 a T5 - cerca de metade será comercializada e a outra metade colocada no mercado de arrendamento.

Notícia sobre: