Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Custos de construção da habitação nova continuam a subir

Índices de materiais e de mão-de-obra registaram aumentos médios anuais de 1,2% e 3,2%, respetivamente.

Photo by Jean-Francois Henri on Unsplash
Photo by Jean-Francois Henri on Unsplash
Autor: Lusa

Os custos de construção da habitação nova aumentaram 2,2% em dezembro de 2020 face ao mesmo período de 2019, mais 0,5 pontos percentuais face a novembro, segundo uma estimativa divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o “Índice de Custos de Construção de Habitação Nova” (ICCHN) do INE, considerando todo o ano 2020, a variação média anual do ICCHN foi de 2,1% (2,3% no ano anterior), tendo os índices de materiais e de mão-de-obra registado aumentos médios anuais de 1,2% e 3,2%, respetivamente (0,9% e de 4,5% em 2019, pela mesma ordem).

Segundo o instituto de estatística, no mês de dezembro, em termos homólogos, "os preços dos materiais aumentaram 1,7% (1,2% no mês anterior)" e o custo da mão-de-obra "aumentou 2,9% em novembro (2,4% em novembro)".

Para o total da taxa de variação homóloga do índice, o custo da mão-de-obra contribuiu com 1,2 pontos percentuais, enquanto a componente dos materiais contribuiu com 1,0 ponto percentual.

Já relativamente ao mês anterior (variação em cadeia), a taxa de variação mensal do ICCHN foi nula em dezembro, com um aumento do custo dos materiais em 0,6% e uma diminuição de 0,8% do custo da mão-de-obra.

"As componentes mão-de-obra e materiais contribuíram com -0,3 e 0,3 pontos percentuais, respetivamente, para a formação da taxa de variação mensal do ICCHN", refere o INE.