Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mercadona aposta em marcas próprias e Sempre Preços Baixos para conquistar portugueses

Loja do Canidelo, a primeira da cadeia espanhola em Portugal, abre hoje as portas. / Mercadona
Loja do Canidelo, a primeira da cadeia espanhola em Portugal, abre hoje as portas. / Mercadona
Autor: Elisabete Soares (colaborador do idealista news)

Depois de vários meses de grande suspense, abre hoje a primeira loja da cadeia espanhola Mercadona, em Canidelo, Vila Nova de Gaia. Para os clientes que não perdem uma abertura, as novidades que vão encontrar na primeira - de quatro lojas que abrem neste mês de julho -, são muitas e variadas. A começar pelos amplos corredores e pelas espaçosas áreas do supermercado. 

Com seis mil referências de produtos, distribuídos por prateleiras em que dominam os produtos de marca própria - que representam cerca de 50% e apresentam preços mais acessíveis, mas onde o nome do produtor não é esquecido -, bem como a forte aposta nos produtos e marcas nacionais, são apenas algumas das características que se destacam na visita ao supermercado da Mercadona. 

Mas há um conjunto de outras razões que deverão atrair o consumidor nacional. É o caso da secção de pronto a comer – com cerca de 35 pratos disponíveis -, a forte aposta nos vinhos portugueses, o ‘mural’ para o ‘fiel’ bacalhau, o presunto cortado na hora e embalado em vácuo, o grande espaço destinado à padaria e pastelaria, os cremes e a perfumaria (cuja fama antecedeu a chegada da marca ao nosso país) e, não esquecer, a gama completa de produtos para celíacos e sem glúten, bem como sem lactose, com preços mais baixos. 

Interior da loja do Canidelo, Vila Nova de Gaia, na visita institucional. / Mercadona
Interior da loja do Canidelo, Vila Nova de Gaia, na visita institucional. / Mercadona

As marcas próprias e a política do Sempre Preços Baixos 

A Mercadona vai desenvolver em Portugal uma política comercial semelhante à que está a praticar em Espanha. Ou seja, “os clientes poderão beneficiar da sua política comercial do S.P.B. (Sempre Preços Baixos)”, destaca a empresa na informação entregue na visita à loja de Canidelo. 

Desta forma, a Mercadona afasta-se assim da estratégia usada pela concorrência que aposta na promoção permanente de produtos.  

A Mercadona destaca que esta política do S.P.B. é utilizada de forma “exclusiva e consiste para garantir o menor preço unitário dos produtos, com a melhor qualidade, de forma permanente”. 

Fornecedores nacionais representam 50% 

Apostando em quatro marcas próprias (Hacendado, Bosque Verde, Deliplus e Compy, entre outras), o nome dos fabricantes está, contudo, identificado nos rótulos dos produtos, situação que não acontece com a chamada marca branca. “A percentagem de fornecedores portugueses é de 50%”, destaca André Silva, diretor de comunicação da Mercadona em Portugal, que acompanhou a visita ao supermercado de Canidelo. 

Esta situação é visível com grande destaque em produtos como os vinhos, maioritariamente nacionais, na charcutaria - excluindo os presuntos que são espanhóis -, ou na seção de pastelaria e padaria, onde até os fornos são da marca Ramalhos, portuguesa, e que está a equipar também as lojas em Espanha. 

Na parte de Cremes e Perfumaria – uma secção que conta com uma funcionária no apoio ao cliente – a maioria das marcas são espanholas, um facto que se deve ao destaque que estes produtos têm já junto do cliente nacional. 

Novo modelo de loja eficiente implantado   

A loja de Canidelo obedece ao novo modelo que a Mercadona está a implementar em todas as mais de 1.600 lojas da cadeia em Espanha. Trata-se de uma loja eficiente, “que procura oferecer um excelente serviço para facilitar o ato de compra dos clientes”, destaca André Silva. Um fato que é visível, por exemplo, nos “carrinhos de compras, ergonómicos e leves”. 

Mas, também, na aposta que faz no bem-estar e na comodidade dos seus colaboradores, começando pelas caixas de saída, preparadas para facilitar o seu trabalho e evitar problemas de saúde futuros, devido aos movimentos de pescoço e à postura do corpo. 

Contando com uma equipa de 85 pessoas, a loja de Canidelo “tem mais que os 50/60 que, em média, tem uma loja em Espanha, devido à abertura aos domingos”, destaca André Silva. 

Estádio Manoel Marques Gomes / Mercadona
Estádio Manoel Marques Gomes / Mercadona

Representando um investimento total de 11,5 milhões de euros esta loja significou também o primeiro projeto de responsabilidade social da empresa em Portugal, numa parceria com Sport Clube de Canidelo que permitiu a construção de instalações completamente novas para a prática desportiva de crianças e jovens, depois de acordada a permuta de terrenos e a deslocalização do antigo estádio.  

Na construção da loja foram investidos oito milhões de euros, sendo utilizado o restante na construção do centro desportivo do Canidelo.