Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Metro de Lisboa quer vender terreno em Sete Rios por 30 milhões em 2020

Ingolf/Flickr
Ingolf/Flickr
Autor: Redação

O Metropolitano de Lisboa quer vender um terreno com seis hectares, localizado em Sete Rios, no próximo ano. Segundo o plano de atividades e orçamento para este ano, a venda permitirá um encaixe de 30,2 milhões de euros.

A alienação do antigo Parque de Materiais e Oficinas – inserida na estratégia de venda de património imobiliário considerado não estratégico – permitirá ao Metro de Lisboa apresentar um resultado líquido positivo de 9,8 milhões de euros no próximo ano. Em cima da mesa também está a alienação de apartamentos e de uma loja, cujo valor das vendas visa o financiamento da expansão da rede e a compra de novos equipamentos.

A empresa refere estar a desenvolver contactos “com entidades públicas e respetivamente licenciadoras, de modo a analisar o potencial dos seus imóveis não adstritos à operação, com vista a desenvolver as iniciativas processuais que permitam a sua potencial rentabilização”, segundo as declarações ao Jornal de Negócios.

No plano de atividades para 2019, a empresa sublinha que a venda do Parque do Materiais e Oficinas resultará numa melhoria do EBITDA dos 1,8 milhões de 2019 para 36,8 milhões de euros em 2020.