Notícias sobre o mercado imobiliário e economia
Conteúdo patrocinado

Os segredos que fazem da iad um caso de sucesso na mediação imobiliária

A iad trouxe para o mercado um modelo claramente vencedor, que comprovou a sua resiliência em plena pandemia batendo todos os recordes no último ano.

Os segredos da mediadora imobiliária iad
iad
Autor: Redação

A ideia “nasceu” em 2008 numa garagem: fundir o imobiliário, a internet e o marketing de rede, desmaterializando as tradicionais agências imobiliárias de porta aberta para a rua. Criar uma rede de consultores imobiliários verdadeiramente independentes parecia uma ideia demasiado arrojada, mas os últimos 13 anos vieram comprovar que a visão de Malik Benrejdal e Jérôme Chabin tinha fundamento e estava destinada a revolucionar o paradigma até então conhecido da mediação imobiliária. Em poucos anos, a iad tornou-se líder de mercado em França, tendo iniciado a sua internacionalização para Portugal em 2015, seguindo-se Espanha, Itália, Alemanha e a aquisição de uma rede imobiliária mexicana que virá a tornar-se a iad México.

E se o modelo de negócio proposto pela iad já tinha dado cartas antes de termos ouvido falar pela primeira vez em Covid-19, esta pandemia trouxe a todos os embaixadores da iad vantagens competitivas que se revelam nos números do grupo, que em 2020 registou um volume de negócios de 278 milhões de euros. Aliás, foi em plena pandemia que a gigante Insight Partners anunciou um investimento de mais de 300 milhões de euros, tornando-se acionista minoritário do grupo, juntando-se a três outros grandes fundos de investimento mundiais que integram o capital do grupo iad: Naxicap Partners, IK Investment Partners e Rothschild Five Arrows.

Mas afinal, o que tem este modelo de tão poderoso e promissor para despertar a atenção destes gigantes e para ter já conquistado mais de 14.000 empreendedores na Europa?

Através da redução dos encargos fixos associados a uma agência imobiliária tradicional, a iad otimiza custos, dando aos consultores a oportunidade de criarem o seu próprio negócio imobiliário digital e de serem verdadeiramente independentes, explica Alfredo Valente, CEO da iad Portugal. “Nos diferentes países onde a iad está presente, existe uma sede com uma equipa organizada em diferentes departamentos que suporta a atividade dos consultores”, acrescenta.

Alfredo Valente, CEO da iad Portugal, fala sobre os segredos da mediadora
Alfredo Valente, CEO da iad Portugal / iad

Assim se percebe o motivo pelo qual o trabalho remoto não é uma novidade para os consultores da iad, que podem desenvolver a sua atividade a partir de qualquer lugar, desde que tenham acesso às ferramentas tecnológicas da iad e que organizem os seus compromissos com proprietários e clientes compradores.

“Na iad, os consultores são verdadeiramente independentes: não existem escalas obrigatórias, comissões impostas ou hierarquias”, explica Nelson Ferreira, Head of Network da iad Portugal, que conta com mais de 750 consultores a nível nacional. “Além disso, a iad tem um modelo de remuneração absolutamente único assente em 3 fontes de rendimento: a produção pessoal, a produção da equipa (nacional e/ou internacional) que o consultor pode constituir na iad e a recomendação de negócios”, diz Nelson Ferreira, igualmente responsável pelo departamento que gere a formação da iad Portugal, gratuita para todos os consultores da rede. “Também a formação é uma prioridade para nós e está assente em 3 pilares: a formação presencial, o acompanhamento no terreno e a universidade online, cujo plano de formação em ‘e-learning’ é absolutamente pioneiro no mercado imobiliário”.

iad continua a bater recordes em Portugal

Na iad, as angariações são do consultor iad, sendo ele o destinatário de todas as leads geradas pelos seus anúncios, exportados para mais de 200 portais imobiliários em todo o mundo. Aliás, este poder da difusão automatizada dos anúncios é sem dúvida uma das forças que tem igualmente atraído muitos empreendedores para a iad. Isto porque 90% dos projetos imobiliários começam online. A iad alia, pois, a agilidade da tecnologia e a mais-valia de um acompanhamento personalizado aos clientes que queiram vender, comprar ou arrendar um imóvel, pelo preço justo, tendo consolidadas diversas parcerias com uma vasta rede de especialistas.

Em Portugal, a rede continua a bater recordes, quer de angariações, quer de transações, quer de integração de novos consultores, como revelam os dados do mês de maio, que mostram que a iad Portugal cresceu 344% em relação ao mesmo período de 2020. “Em poucos anos, conquistámos um lugar entre os maiores ‘players’ do mercado imobiliário nacional. Temos trabalhado muito e saímos ainda mais fortes desta pandemia, apesar de todas as adversidades. Não temos dúvida de que seremos líderes de mercado em Portugal dentro de poucos anos”, conclui Alfredo Valente.