Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Village Underground Lisboa é um dos espaços de cowork mais disruptivos do mundo

Facebook do Village Underground Lisboa
Facebook do Village Underground Lisboa
Autor: Redação

O Village Underground Lisboa (VUL) “viu a luz do dia” há cinco anos, tendo começado a funcionar – dentro da Estação de Santo Amaro, em Alcântara – em abril de 2014. O seu “charme” não passou despercebido à Forbes, que o elegeu como um dos quatro espaços de cowork mais disruptivos do mundo. 

“Se é criativo e procura um espaço de trabalho alternativo, o Village Underground é o local certo”, lê-se num artigo da conceituada revista internacional. O mesmo destaca, por exemplo, “a estrutura feita de contentores”, “o estúdio de gravação” e “o restaurante e a sala de conferências”, características que fazem com que seja “um hub para a criatividade e para a cultura”.

Na lista da Forbes encontram-se ainda outros três espaços de cowork: o Marina OneCoWork, em Barcelona, o Naplab, na Tailândia, e o Brooklyn Boulders, nos EUA. 

Etiquetas
CoworkLisboa