Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Artistas do Porto podem candidatar-se a seis ateliers com rendas acessíveis a partir de 20 de julho

Em causa está o projeto Ateliers Municipais, da empresa Ágora. Rendas variam entre 50 e 100 euros.

Maksym Kaharlytskyi on Unsplash
Maksym Kaharlytskyi on Unsplash
Autor: Redação

O projeto Ateliers Municipais, aprovado por unanimidade na última reunião de executivo da Câmara Municipal do Porto (CMP), vai abrir candidaturas dia 20 de julho de 2020, sendo que estarão em concurso seis espaços com renda acessível – a partir de 50 euros – e contratos de três anos na zona da Lada, junto ao túnel da Ribeira, no centro histórico do Porto. Espaços estes que podem ser arrendados por artistas da cidade.

Segundo o Público, o projeto, da empresa municipal Ágora, com investimento municipal de cerca de 100.000 euros, foi proposto por Rui Moreira, presidente da CMP e também vereador da Cultura.

Desta forma, o edifício dos Ateliers da Lada, projetado pelo arquiteto Virgínio, será recuperado. O mesmo acontecerá com um apartamento num prédio adjacente, que fará também parte dos espaços a levar a concurso, equipados com cozinha e espaços para refeições e convívio, escreve a publicação.

No Largo dos Arcos da Ribeira ficam quatro ateliers, com dimensões entre os 30 e os 46 metros quadrados (m2), e na Rua da Ribeira Negra outros dois escritórios, mais pequenos, com 13 e 15 m2.

De acordo com o Público, as rendas variam entre os 50 euros (para os dois espaços mais pequenos), os 80 euros (para o espaço de 30 m2) e os 100 euros (para os três espaços maiores).

As candidaturas aos Ateliers Municipais decorrem entre 20 de julho e 14 de agosto e os interessados podem increver-se através do email plaka@agoraporto.pt.