Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Há dois edifícios de escritórios em Alfragide (“às portas” de Lisboa) à procura de inquilinos

Edifícios Estrada de Alfragide e Prime são geridos pela Refundos e a comercialização está a cargo da Worx e da B. Prime.

Worx e B. Prime
Worx e B. Prime
Autor: Redação

O edifício Estrada de Alfragide e o edifício Prime, ambos em Alfragide, “às portas” de Lisboa, estão à procura de inquilinos, sendo que oferecem áreas que variam entre 170 e 1.400 metros quadrasdos (m2). São ambos geridos pela Refundos, estando a comercialização a cargo das consultoras imobiliárias Worx e B. Prime.

O edifício Estrada de Alfragide encontra-se junto ao edifício Prime e dispõe de uma área total de 1.400 m2, distribuídos entre dois pisos, tendo duas entradas independentes. “Localiza-se na estrada de Alfragide, a uma curta distância da A5 (Lisboa-Cascais), permitindo acesso rápido a Lisboa e a Cascais (...). Com capacidade para cerca de 180 postos de trabalho, encontra-se disponível para ocupação imediata de uma empresa que pretenda dar destaque à sua imagem corporativa. O imóvel tem um grande potencial para uma empresa que procure um edifício ‘stand alone’, com uma imagem corporativa forte, e dispõe de um logradouro de utilização exclusiva, com capacidade para um mínimo de 35 lugares de estacionamento”, referem as consultoras, em comunicado.

No que diz respeito ao edifício Prime, encontra-se junto ao Park International School e dispõe de áreas a partir dos 170 m2, que podem ir até os 1.900 m2, numa opção de ocupação ‘Multi Tenant’. “Com uma vista panorâmica única, dá resposta a uma grande variedade de procuras em virtude da flexibilidade de oferta de dimensão de espaços com elevada qualidade”, lê-se no documento.

Segundo Pedro Salema Garção e Paulo Henriques, Head of Agency da WORX e Partner da B. Prime, respetivamente, “o Edifício Estrada de Alfragide tem um enorme potencial como edifício corporativo”, tendo sido reabilitado e tendo “bons acabamentos”. “Este é o único que, com cerca de 1.500 m2 distribuídos por dois pisos e estacionamento privativo, reúne as condições que o mercado atual procura”, contam.

Sobre o edifício Prime, os dois responsáveis consoderam que é “ideal para acolher pequenas e médias empresas, uma vez que dispõe de áreas a partir dos 170 m2”.