Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Arrendamento de escritórios

Últimas notícias sobre "Arrendamento de escritórios" publicadas em idealista.pt/news

Ocupação de escritórios cai a pique em Lisboa em maio: a culpa é da Covid-19

A ocupação de escritórios em Lisboa atingiu 5.271 metros quadrados (m2) em maio, menos 82% que no mês anterior e menos 70% que no mesmo período do do ano passado. “É o primeiro mês com um impacto visível na absorção de escritórios na capital desde o início da pandemia”, refere a consultora JLL, em comunicado. Já no Porto, a ocupação de escritórios atingiu 1.834 m2, menos 68% que no mesmo mês do ano passado, mas mais 17% que em abril deste ano.

Notícia sobre:

Negócios de escritórios em tempos de pandemia: Cofidis compra Natura Towers por 46 milhões

Esta será, provavelmente, uma das maiores transações efetuadas no mercado de escritórios em Portugal no primeiro trimestre do ano. Em plena pandemia de novo coronavírus, portanto. Trata-se da compra, por 46,5 milhões de euros, das Natura Towers, localizadas na zona de Telheiras, em Lisboa, que agora ficam nas mãos da multinacional francesa Cofidis, que aqui – são duas torres – instalará a sua nova sede no país.

Notícia sobre:

Abril, um mês dinâmico de escritórios em Lisboa: ocupados quase 30.000 m2... em plena pandemia

Boas notícias para o segmento de escritórios em Lisboa. Em abril, em plena pandemia de novo coronavírus e numa altura em que muitos portugueses estão em teletrabalho, foram ocupados 29.756 metros quadrados (m2) de escritórios na capital. Trata-se da maior absorção mensal do ano, sendo cerca de 200% superior à verificada em março e 160% face ao mesmo mês do ano passado. 

Notícia sobre:

Impacto do Covid-19 nos escritórios: ocupação no Porto supera a de Lisboa em março

O segmento de escritórios em Portugal está a sofrer também, claro, os efeitos da pandemia do novo coronavírus. “Danos colaterais” que estão, no entanto, a ser sentidos de forma diferente em Lisboa e Porto. Na capital, em março, foram ocupados 9.682 metros quadrados (m2), bem menos que no mês anterior (-54%) e no período homólogo (-65%). Já na Invicta, o ‘take-up’ foi superior ao de Lisboa, com a atividade a atingiu 11.140 m2, mais que em fevereiro e que no mês anterior do ano passado.

Notícia sobre:

Escritórios ao rubro no Porto: ocupados mais de 15.000 m2 no primeiro trimestre

O segmento de escritórios está ao rubro na região do Porto, tendo registado uma ocupação total de 15.297 metros quadrados (m2) no primeiro trimestre de 2020, um valor três vezes superior ao verificado no período homólogo. Apesar da incerteza existente atualmente, na sequência da pandemia do novo coronavírus, há sinais de otimismo e o interesse das multinacionais na Invicta mantém-se.

Notícia sobre:

O impacto do Covid-19 nos escritórios? Teletrabalho “vai mudar o paradigma da procura de imóveis”

Os efeitos da pandemia do coronavírus fazem-se sentir em todo o setor imobiliário. E o segmento de escritórios não foge à regra. Mas o mercado – e as empresas – pode (e deve) aproveitar esta fase para descobrir oportunidades, revela Pedro Salema Garção, Head of Agency da Worx. Segundo o responsável, “o facto de grande parte da população estar a trabalhar remotamente vai mudar o paradigma da procura de imóveis”. Uma “tendência que será adotada por algumas empresas ao perceberem que funciona”, conta.

Notícia sobre:

Ocupação de escritórios dispara em Lisboa e Porto face ao ano passado

Foram ocupados 8.000 metros quadrados (m2) de escritórios no Porto nos dois primeiros neses de 2020, o que representa um crescimento de 95% face aos 4.111 m2 arrendados no mesmo período do ano passado. Já em Lisboa, foram ocupados 34.989 m2 de escritórios em janeiro e fevereiro, bem mais que os 14.502 m2 “entregues” no período homólogo. 

Notícia sobre:

Seguradora Zurich compra Castilho 52 (antigo Edifício Mapfre) – está totalmente arrendado

A seguradora Zurich comprou o edifício Castilho 52, em Lisboa, que totaliza 4.000 metros quadrados (m2) de área bruta de construção acima do solo, distribuídos por nove pisos de escritórios e dois de estacionamento em cave. O imóvel, que desde outubro de 2018 estava “nas mãos” do fundo de investimento imobiliário alemão AM Alpha, era conhecido como Edifício Mapfre, já que foi ali que durante anos a seguradora espanhola albergou a sua sede.

Notícia sobre:

EXEO Office Campus está a nascer no Parque das Nações após investimento de 190 milhões da Avenue

O EXEO Office Campus, que está a nascer “pela mão” da promotora imobiliária Avenue no Parque das Nações, em Lisboa, estando a atrair muitos inquilinos, como disse ao idealista/news Aniceto Viegas, diretor-geral da empresa, envolve um investimento global de 190 milhões de euros, e numa primeira fase 150 milhões de euros.

Notícia sobre:

EXEO, o projeto de escritórios com 70.000 m2 na Expo que está a atrair (muitos) inquilinos

Chama-se Exeo Office Campus e é um complexo de escritórios que está a nascer no Parque das Nações, em Lisboa, “pela mão” da Avenue. São três edifícios que têm, ao todo, 70.000 metros quadrados (m2). Apesar de ainda estar a ser construído, há já muitas empresas interessadas em arrendar um espaço, revela ao idealista/news Aniceto Viegas, diretor-geral da promotora imobiliária Avenue. 

Notícia sobre: