Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Fundo do Crédito Agrícola compra edifício de escritórios no Porto à M7 Real Estate

O imóvel, com mais de 3.800 metros quadrados (m2), terá sido adquirido por 7,5 milhões de euros.

Google Maps
Google Maps
Autor: Redação

A M7 Real Estate anunciou, esta segunda-feira, 15 de fevereiro, a venda de um edifício de escritórios de mais de 3.800 metros quadrados (m2) no Porto. O imóvel terá sido adquirido pelo fundo CA Património Crescente, do Crédito Agrícola, gerido pela Square AM, por 7,5 milhões de euros.

Em causa está o edifício do Jumia Porto Tech Center, na rua Ricardo Severo, no Porto, segundo a notícia do Jornal de Negócios, que dá conta que esta foi uma das duas aquisições realizadas pelo CA Património Crescente no último trimestre de 2020. Segundo o comunicado divulgado pela M7 Real Estate, o imóvel é constituído por seis pisos, compreende uma área total de 3.826 m2 e tem 58 lugares de estacionamento subterrâneo, “estando localizado numa zona comercial e residencial prime da cidade”.

A empresa recorda ainda que o ativo foi adquirido em outubro de 2018 – o primeiro investimento a ser concluído em nome do fundo PORAF da M7 – e que, após a aquisição, foi implementado “um plano de gestão abrangente, incluindo reparações e trabalhos de manutenção, além de modernizar as entradas, áreas comuns e espaços devolutos”.

Na sequência destas iniciativas, a M7 realça que “atraiu vários novos inquilinos e garantiu a extensão de dois contratos de arrendamento existentes, o que representou um aumento de renda de 35%”. “O ativo oferece um mix diversificado de inquilinos, incluindo o arrendatário principal, uma empresa do setor de IT que opera uma plataforma líder de e-commerce”, sublinha ainda.

"Esta venda está em linha com o plano de negócios do Fundo e permite-nos gerar retornos significativos para os investidores. Além disso, demonstra a nossa capacidade de executar com sucesso a nossa estratégia de gestão de ativos, apesar do ambiente de mercado desafiador. É um excelente resultado e ilustra ainda mais o forte apetite dos investidores no mercado imobiliário português", diz Eduardo Craveiro Lopes, senior asset manager da M7, citado no comunicado.