Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Venda de casas caiu 55% em 12 anos

Autor: Redação

A venda de casas em Portugal caiu 55% em 12 anos, entre 2000 e 2012. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), que tem por base dados da Direção-Geral da Política de Justiça, no período em causa, a venda de casas em Lisboa foi onde se registou a maior quebra, com um decréscimo a rodar os 70%. Em situação inversa encontra-se os Açores, com descidas de 45%.

Também o valor médio pelo qual foram vendidos os imóveis decresceu bastante. Ou seja, em 12 anos, verificou-se uma quebra de 64% no valor das casas. Em causa está, escreve o Sol, o clima económico no qual mergulhou o País, as restrições bancárias, a deterioração do poder de compra, a redução das remunerações no setor público e privado e o aumento do desemprego.

De acordo com o Catálogo Estudos de Mercado do I Trimestre de 2014, do Gabinete de Estudos da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), em 2012 foram vendidos, em média, quase 11.800 imóveis por mês, menos 15% que no ano anterior.