Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mercado imobiliário

Notícias relacionadas com o mercado imobiliário, a sua evolução e oferta. Com destaque para Portugal, inclui informações sobre o mercado imobiliário de Lisboa, Algarve, Porto, mas também de países como Angola ou Brasil.

Consumidores portugueses mais confiantes do que nunca

Boas notícias para o setor imobiliário e para a economia nacional em geral, numa perspetiva de consumo. Os consumidores portugueses parecem ter esquecido a crise e acreditar que o pior já passou, estando mais confiantes do que nunca e disponíveis para comprar. Isto mesmo mostra o relatório internacional Nielsen 'Estudo Global de Confiança dos Consumidores'.

Notícia sobre:

Venda de casas deve subir 30% em 2017 depois de ter crescido 50% em dois anos

A dinâmica do mercado imobiliário português é boa e recomenda-se, mas os números podiam ser ainda melhores. Certo é que em dois anos (2015 e 2016) a venda de casas disparou cerca de 50%. Só em 2016 registou-se um aumento entre 20% e 25% nas transações de alojamentos familiares e entre 16% e 20% em todas as transações imobiliárias (urbanos, rústicos e mistos). Para 2017, as estimativas apontam para uma subida de 30%.

Notícia sobre:

Avaliadores de imóveis têm de prestar contas à CMVM até final de março

Os peritos avaliadores imobiliários que trabalham para a banca têm um novo regulamento a que responder. No âmbito das novas regras, estes profissionais passam, entre outras coisas, a estar obrigados a reportar ao mercado o número de avaliações feitas no ano anterior e o montante global dos imóveis avaliados, até 31 de março de cada ano.

Notícia sobre:

Preço das casas sobe em todo o país e em Lisboa o aumento é de 14%

Comprar casa em Portugal (Continental) é definitivamente mais caro. No terceiro trimestre do ano passado, o preço das casas aumentou em todos os distritos entre 2% e 14%, face ao mesmo período de 2015. Coimbra registou a subida menos elevada e Lisboa foi a zona do país que mais valorizou.

Notícia sobre:

Casas em Portugal com 4ª maior subida de preços da Europa

No espaço de um ano, as casas em Portugal ficaram 7,6% mais caras. Esta foi a quarta maior subida registada no panorama europeu, com os maiores aumentos a serem verificados nos mercados imobiliários da Hungria (11,6%), Letónia (10,6%) e na Bulgária (8,8%). Em causa estão dados do terceiro trimestre de 2016 face ao período homólogo, divulgados pelo Eurostat.

Notícia sobre:

Aumento do preço das casas é o mais elevado desde 2001

O preço das casas em Portugal continental aumentou 7,5% num ano (em setembro de 2016 face ao mesmo mês do ano anterior). Trata-se do maior aumento homólogo verificado no país desde 2001.

Notícia sobre:

2016, o ano gordo do imobiliário, com mais vendas e casas mais caras

Mês após mês o setor imobiliário começou este ano a dar sinais de retoma e de uma vitalidade que não se vivia desde antes da crise em Portugal. E as melhores expetativas foram confirmadas ou até superadas: as operações de compra e venda dispararam e as casas subiram de preço. Estes resultados foram alimentados por uma forte procura de investidores estrangeiros, sobretudo no que toca o segmento de gama alta, mas também das famílias que voltaram a estar ativas no mercado de compra de habitação.

Notícia sobre:

Venderam-se 350 casas por dia no terceiro trimestre

Entre julho e setembro foram realizadas 31.535 transações imobiliárias, mais 15,8% que no mesmo período do ano passado (27.239). Quer isto dizer que no terceiro trimestre do ano foram vendidas em média 302 casa por dia.

Notícia sobre:

Deutsche Bank e Credit Suisse pagam multas milionárias pelo seu papel na crise imobiliária

Os bancos Deutsche Bank e Credit Suisse vão pagar multas milionárias pelo seu papel na crise imobiliária iniciada nos EUA em 2007. O Deutsche Bank acordou pagar 7,2 mil milhões de dólares (6,8 mil milhões de euros) para encerrar o caso com o Departamento de Justiça enquanto o Credit Suisse pagará cerca de 5 mil milhões de euros.

Notícia sobre:

Imobiliária Decisões e Soluções quer chegar às 200 agências em dois anos

A consultora imobiliária financeira Decisões e Soluções (DS) aumentou este ano 51% a faturação da venda de imóveis e 78% a da construção e obras. Tem 112 agências espalhadas pelo país, sendo que só este ano foram inauguradas 27. O objetivo é chegar às 200 lojas nos próximos dois anos.

Notícia sobre: