Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construção: CPCI nega falta de engenheiros portugueses

Autor: Redação

O presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI), Reis Campos, desmentiu a existência de falta de engenheiros em Portugal, contrariando as declarações do presidente da secção Norte da Ordem dos Engenheiros, Fernando de Almeida Santos.

Segundo Reis Campos, a ausência de candidaturas ao curso de engenharia é pontual e decorre da crise na construção e imobiliário. “A verificar-se, no futuro, o que sucedeu este ano nos cursos de engenharia, principalmente em engenharia civil, o senhor presidente da secção Norte da Ordem dos Engenheiros tem razão. A manter-se, não seria suficiente o número de licenciados. Mas foi só este ano e isso deve-se à crise no setor da construção e imobiliário”, disse, citado pela rádio Renascença.

O presidente da CPCI referiu que o que falta são obras, projetos, mas considerou que a situação vai mudar de figura: “Estamos a entrar num novo período europeu, um período estratégico de programação até 2020, temos o plano estratégico dos transportes e infraestruturas e temos ainda as obras de reabilitação urbana e tudo isto vai levar a que o setor regresse a uma normalidade. E, aí, vai reaparecer o interesse dos jovens no curso de engenharia civil”.