Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

"Madonna compra herdade no Alentejo": A mentira de 1 de abril que se tornou viral

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Desde que chegou a Portugal, há cerca de dois anos, que Madonna tem sido notícia, tendo havido muita especulação em torno da casa que a rainha da Pop iria comprar em Lisboa. O Palácio do Ramalhete foi o local escolhido para a cantora viver, mas estará de saída do imóvel. Recentemente surgiram rumores a dar conta que Madonna iria mudar-se para o Alentejo, uma mentira do dia 1 de abril.

O rumor da mudança de Madonna para o Alentejo nasceu com uma notícia publicada pelo jornal Alto Alentejo no dia 1 de abril, o Dia das Mentiras, segundo o Observador. A artista norte-americana estaria a sondar a compra de uma herdade no concelho de Gavião – Herdade do Polvorão –, mas a empresa responsável pela exploração da herdade em questão, a Casa Anadia, assegura que a notícia “não tem qualquer fundamento”.

A Herdade do Polvorão está localizada no concelho de Gavião (Portalegre) / Observador
A Herdade do Polvorão está localizada no concelho de Gavião (Portalegre) / Observador

A Câmara Municipal de Gavião adiantou, citada pelo Observador, que também não tem qualquer informação relativa a uma hipotética transação. Em outubro de 2018, uma área aproximada de 2.500 hectares (na qual a herdade estaria incluída) era notícia na mesma publicação regional, o jornal Alto Alentejo, que escreveu que os terrenos em causa tinham mudado “de mãos em termos formais, passando a ser propriedade de uma entidade bancária por um valor superior a três milhões de euros […]”.

Escreve agora o Observador que não há evidências de que Madonna tenha estado na região, estando os lotes de terreno em causa reservados a práticas agropecuárias, com gado bovino, zonas de olival e de sobreiros. Os terrenos continuam, aliás, na posse da mesma entidade bancária e são exploradas pela Casa Anadia.

Madonna vive (ou viveu) no Palácio do Ramalhete, em Lisboa, há mais de um ano  / Gtres
Madonna vive (ou viveu) no Palácio do Ramalhete, em Lisboa, há mais de um ano / Gtres

Entretanto, a Madonna foi também notícia recentemente porque vai atuar na final do Festival Eurovisão da Canção, a 18 de maio de 2019, em Israel. A performance da artista, que vive em Portugal desde 2017, deverá ter ser paga pelo empresário israelita Sylvain Adams, que ajudará a financiar um evento orçamentado em 28,5 milhões de euros, segundo noticia o ESCKAZ, site dedicado a noticiar a Eurovisão, citado pelo Observador.