Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Projeto de habitação de luxo junto ao miradouro da Graça já tem “luz verde” da câmara de Lisboa

O projeto, lançado pela promotora Vanguard Properties, previa piscinas no telhado, que afinal vão ser substituídas por coberturas ajardinadas.

Vanguard Properties
Vanguard Properties
Autor: Redação

Depois de ter estado quase dois anos em “banho maria”, o projeto para o empreendimento Terraços do Monte, um edifício residencial premium que irá nascer na emblemática zona da Graça, em Lisboa, no alto da Rua Damasceno Monteiro, teve “luz verde” da autarquia para avançar – mas só depois de várias alterações, e também de ter sido avaliado o seu possível impacto visual na colina da Graça, tanto a partir do Miradouro da Senhora do Monte como a partir do Martim Moniz. O projeto, lançado pela promotora Vanguard Properties, terá mais de 20 apartamentos, ginásio, piscina e outras comodidades de luxo.

Assinado pelo atelier de arquitectura ARX, o projeto para o empreendimento sofreu várias alterações desde que entrou nos serviços de Urbanismo da Câmara de Lisboa, segundo avança uma notícia do Público. As piscinas previstas para o telhado foram substituídas por coberturas ajardinadas, a área de cedência ao município aumentou e passou também a estar previsto um logradouro permeável de usufruto para os futuros residentes, segundo relata o jornal.

Ana Jara, vereadora do PCP, citada pela mesma publicação, e que se absteve na votação, mostra-se satisfeita com o resultado da discussão do projeto. “É a vitória de um sentido crítico que muitas vezes não vinga. Temos muitos exemplos de coisas que são discutidas e não têm este desfecho”, comenta a vereadora.

Para avaliar o impacto visual do empreendimento, em 2019 esteve montada no terreno uma estrutura metálica com a mesma altura dos futuros edifícios. Algo que, na opinião de Ana Jara, “ainda bem que foi feito”. “Há um rigor que se garante. Até podia ter sido feito noutros casos”, refere.

Projeto submetido a um “escrutínio rigorosíssimo”

“Tudo, tudo, tudo neste projeto foi submetido a um escrutínio rigorosíssimo”, comenta o CEO da Vanguard Properties, José Cardoso Botelho, ao mesmo jornal.  “Não vejo nenhuma razão para haver qualquer tipo de dúvida sobre ele”, diz ainda. O promotor comenta ainda que foi feito um estudo geológico do local que garante a segurança da edificação.

“É com alegria que tomámos conhecimento da aprovação do nosso empreendimento Terraços do Monte, na Graça, pela Câmara Municipal de Lisboa”, lê-se na página de Linkedin do responsável. “Com as mais espetaculares vistas sobre Lisboa e o Tejo, ali será desenvolvido um projeto de altíssima qualidade arquitetónica com acabamentos e serviços impares na zona”, acrescenta ainda.