Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Lisboa tem 44% de áreas verdes, mais que a média mundial

A informação é recolhida pelo HUGSI, um índice de inteligência artificial (IA) desenvolvido pela Husqvarna.

Photo by Kit Suman on Unsplash
Photo by Kit Suman on Unsplash
Autor: Redação

Lisboa tem 44% de áreas verdes, face aos 39% da média mundial e 45% da europeia, com um total de 111,85 metros quadrados per capita, revela o HUGSI, índice de inteligência artificial (IA) desenvolvido pela Husqvarna, criado para avaliar o nível de espaços verdes nas cidades ao redor do mundo: se eles crescem ou diminuem, e até saber qual é a cidade mais verde do planeta. A capital portuguesa aparece na 89ª posição do ranking.

O índice HUGSI 2020 fornece informações sobre os espaços verdes de 155 cidades selecionadas em 60 países, classificadas de acordo com uma série de indicadores-chave como as percentagens de espaços verdes, da área urbana coberta por árvores e relva; bem como o estado de saúde da vegetação ou da superfície verde por habitante, entre outros.

A cidade de Charlotte, na Carolina do Norte (EUA), destaca-se pelos excelentes indicadores que lhe permitem estar no topo do ranking mundial, sendo a cidade mais verde do índice deste ano. É seguida por Durban (África do Sul), Vilnius (Lituânia) e Dormunt (Alemanha).

Outras conclusões do estudo revelam que as áreas urbanas na Europa são mais verdes do que a média, 45% em comparação com 39% da média global. A América Latina e a Ásia Meridional e Ocidental são as menos verdes, com 29%.

A lista completa está disponível aqui.