Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ambiente

Últimas notícias sobre "Ambiente" publicadas em idealista.pt/news

A importância (e as vantagens) de comprar produtos com rótulo ecológico

O que é o rótulo ecológico europeu e para que funciona? Que vantagens têm os consumidores que optam por comprar produtos que tenham este mesmo rótulo? Explicamos tudo sobre este assunto no artigo de hoje da Deco Alerta. Dizer, desde já, que se trata de um “selo” que existe há 28 anos na União Europeia (UE).

Notícia sobre:
Exterior

Uma casa muito grande mas económica: tem 200 m2 e consegue a máxima eficiência energética

Notícia sobre:
Vista aérea / ©ANTHENEA

Turismo ecológico: estas incríveis suites flutuantes funcionam a energia solar

Notícia sobre:

Impostos ambientais em Portugal são mais caros que na média da UE

A Letónia o país da União Europeia (UE) onde os contribuintes são chamados a pagar impostos ambientais mais elevados. Em 2018, o peso das taxas ambientais no total das receitas fiscais e da segurança social ascendeu no país a 10,9%, mais que em Portugal, que com 7,4% se encontra a meio da tabela, e que na média dos países da UE (6%).

Notícia sobre:

Estas vassouras e esfregonas têm ADN português e são feitas com plástico vindo do mar

Baldes, caixas de arrumação, estendais ou esfregonas. O que é que têm em comum? Neste caso, plástico vindo do mar. A ideia nasceu pelas mãos da Fapil, uma empresa familiar 100% portuguesa, que decidiu lançar uma inovadora linha de produtos desenvolvidos com plástico marítimo reciclado das artes de pesca.

Notícia sobre:

Lisboa vai ter um museu da reciclagem – para entrar só é preciso entregar uma embalagem vazia

Lisboa vai lançar um museu “pop-up” da reciclagem, em Alcântara. O equipamento temporário, reciclado e reciclável, vai abrir portas a 17 de maio, e para entrar só é preciso fazer algo bem simples: entregar uma embalagem vazia.

Notícia sobre:

Tróia: proprietários impedidos de construir vão processar o Estado

Alguns proprietários dos lotes localizados no loteamento Soltróia preparam-se para avançar com processos contra o Estado. Um dos donos dos terrenos queixa-se de que, poucos meses depois de ter comprado o ativo em hasta pública, o Governo suspendeu os direitos dos proprietários por dois anos como medida preventiva, o que quer dizer que ninguém pode construir durante esse período.

Notícia sobre: