Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Whitestar “arrecada” quatro carteiras de malparado e já gere mais de 9 mil milhões em ativos

Entre as carteiras conquistadas está o Projeto Webb, do BCP, num total de 270 milhões, e a Carter, oriunda do Novo Banco,com 92 milhões em dívida.

Photo by Anthony DELANOIX on Unsplash
Photo by Anthony DELANOIX on Unsplash
Autor: Redação

A Whitestar Asset Solutions S.A., empresa especializada na gestão de carteiras de crédito e imobiliário, ganhou a gestão de quatro carteiras de NPLs em 2020, gerindo atualmente mais de 9 mil milhões de euros em ativos. Os últimos portefólios conquistados, em dezembro, estão ligados a dois processos competitivos ganhos pelo fundo da Arrow Global, único acionista da Whitestar, e a Christofferson, Robb & Company (CRC). O primeiro portefólio, a carteira Webb, do BCP, tem um total de 270 milhões em dívida, enquanto a Carter, oriunda do Novo Banco, tem 92 milhões em dívida.

Em comunicado, a empresa explica que, ao longo do último ano, tinha já ganho a gestão de duas carteiras de NPLs vendidas pelo Santander (BST52 e 53), além de mandatos de gestão para outros bancos nacionais e a integração de portefólios, tanto de NPLs como de REOs, vindos de outros servicers.

“O ano de 2020 foi complexo para todas as empresas devido à pandemia, mas a forma rápida e flexível com que nos conseguimos adaptar, muito devido à plataforma de IT e ao extraordinário compromisso e resiliência das nossas equipas, permitiu-nos ter um ano ainda assim positivo, apesar de todas as adversidades", explica João Bugalho, Managing Director – Operations & Asset Servicing Southern Europe na Arrow Global, e CEO da Whitestar, citado no documento.

O responsável acrescenta ainda que em 2021 querem “continuar a crescer e a melhorar os indicadores de eficiência, suportados por um mercado de NPLs que se deverá apresentar dinâmico”.