Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mojuru: casas pré-fabricadas feitas com contentores desde 67.600 euros

As casas pré-fabricadas estão a ganhar espaço no mercado unifamiliar, refere Vicente Serrador, CEO da empresa.

Casas pré-fabricadas Mojuru
Créditos: Mojuru
Autor: Redação

As casas pré-fabricadas são uma tendência imparável. E por isso, nos últimos anos, aumentou o número de empresas responsáveis pela sua construção. Mojuru é uma delas e tem a particularidade de ser uma das poucas em Espanha que constrói casas ecológicas feitas com contentores marítimos. O idealista/news entrevistou Vicente Serrador, CEO da empresa.

Há quanto tempo estão no setor?

A Mojuru foi fundada em 2017, mas desde 2012 temos vindo a desenvolver diferentes soluções modulares com contentores marítimos, possuindo assim um vasto conhecimento e especialização no setor, para não falar da anterior experiência profissional no mundo da construção tradicional.

Quanto custam?

O preço é sempre muito relativo, pois vai depender do design, tamanho, revestimentos, qualidades e instalações. Temos modelos que vão desde 67.600 (sem fundação) até 244.975 euros. Todos os nossos empreendimentos têm todas as licenças e cumprem o Código Técnico de Edificações (CTE).

Quanto tempo demora a construção?

O tempo é uma das grandes vantagens das nossas casas. Demoramos seis meses a partir da obtenção da licença.

Casas pré-fabricadas Mojuru
Créditos: Mojuru

Existem modelos predefinidos?

As casas que construímos são totalmente configuráveis. Ajustamos os modelos aos requisitos e desejos do cliente, para que cada casa seja única.

São eficientes e sustentáveis?

Fabricamos as nossas casas de forma a já virem de série com classificação energética B, mas podem até estar preparadas para atingir a mais elevada classificação energética com instalações adequadas e em função das necessidades do cliente.

A possibilidade de realocação e o baixo impacto ambiental são outras das vantagens que este sistema construtivo oferece, embora continuem a necessitar de fundações no terreno de destino.

É necessário diferenciar entre sustentável e eficiente:

  • Sustentável: utilizamos materiais reciclados na estrutura e a pegada de carbono é reduzida tanto na fabricação das casas (aproveitamos muito o material e quase não há desperdício) quanto no tipo de materiais utilizados.
  • Eficiente: o isolamento que utilizamos nas fachadas, bem como os sistemas de ventilação mecânica com recuperação de calor que instalamos e as opções de climatização que oferecemos reduzem o consumo das habitações e obtêm classificações energéticas de classe A.

A procura aumentou nos últimos anos?

Sim. As casas pré-fabricadas estão a ganhar espaço no mercado unifamiliar e em breve serão a opção de escolha para a maioria dos autopromotores.

Casas pré-fabricadas Mojuru
Créditos: Mojuru

A pandemia deu impulso a essa procura?

A pandemia, com confinamento e teletrabalho, fez com que ficássemos mais tempo em nossas casas e isso tem promovido o interesse por casas unifamiliares com espaços abertos para o exterior.

O velho clichê de que o pré-fabricado é de pior qualidade caiu por terra?

Aos poucos, estamos a fazer caminho. A mentalidade espanhola continua relutante em relação ao que não conhece.

Que materiais usam?

Combinamos a estrutura de aço CORTEN do contentor marítimo ISO com sistemas de isolamento térmico de alto desempenho.

Estas moradias também se caracterizam pela resistência dos seus materiais, pela sua rapidez de execução, pela sua escalabilidade e versatilidade. A modularidade e a padronização, no desenvolvimento de casas baseadas em contentores marítimos, tornam o projeto mais versátil, rápido e funcional. Os contentores marítimos são perfeitos para a construção, pois suportam grandes quantidades de peso, podem ser facilmente empilhados e são projetados para resistir às condições climáticas mais adversas.

Por ser um sistema modular, a casa pode ser ampliada sem complicações, dependendo do orçamento e necessidade de cada um.

Casas pré-fabricadas Mojuru
Créditos: Mojuru

Qual é o perfil dos clientes?

Famílias de 30 a 50 anos com filhos que desejam residir no campo ou em espaços abertos fora da cidade. Temos clientes nacionais e internacionais que pretendem ter uma residência no campo. Nesse caso, os estrangeiros têm mais certeza de que os sistemas modulares pré-fabricados têm mais vantagens do que a construção tradicional.

Considera que a procura vai aumentar?

Só pode ir mais longe, pois as pessoas já estão a perceber todas as vantagens desse tipo de construção.

As casas são hipotecáveis?

Eles são bens imóveis, portanto, podem ser hipotecados.

Quais são as garantias?

Os regulamentos que cumprem e as garantias que oferecem são os mesmos de qualquer casa tradicional, e cumprem o CTE (Código Técnico de Edificações), que é o regulamento que regula a forma como todos os edifícios devem ser construídos) . Além disso, as nossas casas têm uma garantia adicional de dois anos para acabamentos interiores.

Quais são as vantagens?

Casas chave na mão em tempo recorde com o mais resistente sistema anti-humidade estrutural do planeta. Reutilizamos os contentores marítimos ISO para conseguir residências sustentáveis ​​e com eficiência energética e grande resistência estrutural. Cuidamos de todo o processo: consultoria, gestão do de projeto e construção, gestão de licenças, etc.