Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Norman Foster vai construir o novo aeroporto da Cidade do México (vídeo)

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Norman Foster, um dos génios da arquitetura contemporânea, prémio Pritzker e criador de obras como a Ponte do Milénio (Londres), a cúpula de Reichstag (Berlim) e o maior aeroporto do mundo (Pequim) vai ser o responsável pelo futuro aeroporto da Cidade do México. A infraestrutura vai implicar um investimento de cerca de 10 mil milhões de dólares (cerca de 7,6 mil milhões de euros).

A escolha do arquiteto britânico aconteceu depois de um concurso de ideias em que participaram outros criadores de renome internacional como Zaha Hadid, Richard Rogers o Teodoro González de León.

Foster vai trabalhar em parceria com Fernando Romero, genro do magnata mexicano Carlos Slim.

A base da obra, inspirada na simbologia mexicana da águia e da serpente carateriza-se pela sua amplitude de volumes e simplicidade de linhas.

O objetivo final deste aeroporto, num prazo de 50 anos, é que tenha seis pistas e uma capacidade para 120 milhões de passageiros por ano (quatro vezes mais do que o atual), numa área total de 12.500 hectares.

A abertura do novo aeroporto, segundo o secretário de Comunicações e Transportes, Gerardo Ruiz Esparza, citado pelo El País, vai implicar o encerramento da atual infraestrutura aeroportuária, cujos terrenos serão convertidos em jardins e espaços para habitação.