Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Uma igreja em ruínas transformada num surpreendente jardim em Londres

Messy Nessy Chic
Messy Nessy Chic
Autor: Redação

A poucos metros da estação de metro Monument e numa rua muito movimentada de Londres (Reino Unido) encontra-se a igreja St-Dunstan-in-the-East. O edifício e a respetiva zona envolvente foram transformados num jardim que ainda é, no entanto, desconhecido para a maioria das pessoas.

Esta inesperada joia da arquitetura está longe dos conhecidos arranha-céus da cidade, mas é um local surpreendentemente tranquilo para descansar e fugir ao rebuliço londrino.

Cercada por uma parede vitoriana, esta igreja, que data do ano 1.100, sofreu muitos danos na sequência do grande incêndio de Londres de 1666. Mas foi parcialmente reconstruída, mantendo muitas partes da estrutura medieval original. Sir Christopher Wren foi o responsável pelo “redesign” do centro de Londres após o grande incêndio e construiu no local um campanário conhecido como a Torre Wren.

Mais tarde, no século XIX, foram levadas a cabo outras reformas nas paredes de pedra e foi acrescentada uma cúpula. Mas durante a Segunda Guerra Mundial a igreja voltou a sofrer graves estragos, mantendo-se de pé apenas a Torre Wren e algumas paredes externas. E foi então decidido que a igreja não deveria ser reconstruída de novo, tendo ficado abandonada até à década de 1960, quando a Câmara de Londres decidiu transformar todo o espaço num bonito jardim aberto ao público.

Agora, nas ruínas da antiga igreja encontra-se uma grande variedade de flores e árvores, bem como uma pequena fonte e bancos. Durante a semana é quando se vislumbram mais pessoas no local, mas aos fins de semana a zona permanece quase deserta. Exceção feita aos serviços religiosos que ainda decorrem no jardim.