Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Londres chumba polémico arranha-céus em forma de tulipa

Vista aérea / DBOX for Foster + Partners
Vista aérea / DBOX for Foster + Partners
Autor: Redação

Os planos de contrução do arranha-céus “The Tulip”, em Londres, junto ao Tamisa, caíram por terra. A Câmara de Londres decidiu chumbar o edifício com 300 metros de altura cuja forma se assemelha à de uma tulipa, e que iria ser construído no centro da cidade. As autoridades britânicas dizem que o projeto não tem qualidade suficiente.

O edifício, projetado pelo arquiteto Norman Foster, teria sido o segundo mais alto da cidade, segundo a notícia avançada pelo The Guardian. Ainda assim, o seu “design” não foi considerado suficientemente bom para uma localização tão privilegiada. O plano chegou a ter uma aprovação inicial, como o idealista/news noticiou, mas Sadiq Khan, presidente da Câmara de Londres, acabou por fustrar as esperanças dos projetistas da Foster + Partners.

Norman Foster desenhou o edifício / Vista aérea / DBOX for Foster + Partners
Norman Foster desenhou o edifício / Vista aérea / DBOX for Foster + Partners

“O presidente tem uma série de preocupações sérias com esse projeto e, depois de estudá-lo detalhadamente, recusou a aprovação para um projeto que acredita que resultaria num benefício público muito limitado“, disse um porta-voz de Khan, citado pelo jornal britânico.

O autarca de Londres acredita que o “projeto não tem qualidade suficiente para uma localização tão proeminente”, acrescentando que o arranha-céus poderia “prejudicar” o horizonte da cidade.