Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Arranha-céus vendido a preço de saldo na China (depois de ter sido confiscado)

© iStock/Notícias ao Minuto
© iStock/Notícias ao Minuto
Autor: Redação

Um arranha-céus de 39 andares em Pequim, na China, situado perto do estádio olímpico Ninho de Pássaro, foi confiscado pelas autoridades chinesas em 2016 – pertencia so multimilionário chinês Guo Wengui. Agora, o edifício foi leiloado a preço de saldo: 5,19 mil milhões de yuans, cerca de 661 milhões de euros.

O multimilionário terá fugido do país, nessa altura, e muitos dos seus bens foram apreendidos e confiscados, incluindo este arranha-céus, segundo o Notícias ao Minuto. Um tribunal de Pequim decidiu que o edifício deveria ser leiloado, mas o resultado não foi o esperado.

O leilão online esteve “no ar” durante 24 horas – foi organizado pela Alibaba –, mas só foram feitas duas ofertas. Resultado?  A propriedade, avaliada em 7,4 mil milhões de yuans (946 milhões de euros), foi vendida por menos 40% do seu valor, ou seja, os já referidos 661 milhões de euros.