Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Uma luxuosa casa fabricada com contentores que parece uma flor no deserto da Califórnia

Fica no deserto da Califórnia
A casa parece uma flor / Whitaker Studio
Autor: Redação

Morar num contentor não implica necessariamente desistir do conforto, e até do luxo, de uma casa que consideramos normal. E há muitos designers e arquitetos a pensar nisso mesmo. Entre eles o arquiteto britânico James Whitaker, chefe do Whitaker Studio, que conseguiu projetar uma casa impressionante com alguns contentores. O resultado é absolutamente chocante.

Whitaker define-se como um arquiteto eclético, que pega no que tem, transforma e dá uma nova personalidade. “O Whitaker Studio não possui um estilo ou forma de trabalho estabelecida, mas uma coleção de interesses e temas em constante evolução que queremos explorar. Iniciamos cada projeto sem preconceito do que deveria ser, além de ser o melhor projeto possível”, diz James no seu site.

Uma das últimas apostas é bastante arriscada. Além do design irreverente dos diferentes contentores, o responsável decidiu colocar o projeto num local que, a princípio, seria bastante inóspito: o deserto californiano de Joshua Tree . Um espaço que em nada se parece com as imagens idílicas e refrescantes da Califórnia que estamos habituados a ver em séries e filmes.

Mas se nos livrarmos dos preconceitos, os impressionantes aspetos desta estrutura vão fascinar-nos. Primeiro, o tamanho. Esta casa resulta da união de catorze contentores, num espaço que excede os 200 m2. A maneira como foram colocados cria uma imagem bonita do lado de fora: uma flor branca que brota do chão seco do deserto.

No interior da estrutura, Whitaker brincou com as grandes janelas que permitem, por um lado, a entrada de luz natural abundante de todos os ângulos e, por outro, apreciar a bonita paisagem. A casa possui vários espaços comuns, como a cozinha, uma espaçosa sala de estar e sala de jantar, além de três quartos todos mobilados. Além disso, para dar maior clareza e brilho ao espaço, foi decidido cobrir todas as superfícies internas e externas de branco. Para dar um toque de sustentabilidade e autossuficiência, foram instalados painéis solares sobre a garagem.