Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Tesla na Europa: tribunal alemão trava construção de fábrica em Berlim

Depois dos EUA e China, empresa liderada por Elon Musk quer abrir a unidade produtiva da Alemanha, até meados do próximo ano.

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A marca de carros elétricos Tesla anunciou, em novembro de 2019, que pretende construir uma fábrica na Europa, mais precisamente em Berlim, na Alemanha. E para cumprir o objetivo de ter esta unidade operacional em meados do próximo ano, a empresa norte-americana decidiu arriscar e avançar sem a devida licença para a construção da Gigafactory. Agora, um tribunal alemão decretou a interrupção imediata dos trabalhos da fabricante automóvel liderada por Elon Musk.

A setença judicial decorre de uma queixa de ativistas ambientalistas que contestavam a autorização das autoridades ambientais estaduais para a destruição de 92 hectares de área florestal para a construção da fábrica, segundo conta a imprensa, nacional e internacional, com base numa notícia da Reuters.

Os ambientalistas alegam que a Gigafactory da Tesla naquela localização é uma ameaça às espécies da região, bem como ao fornecimento de água. Se estes obstáculos forem superados, e a Tesla conseguir avançar com o projeto, esta será a terceira Gigafactory da marca de carros elétricos no mundo, depois dos Estados Unidos e da China.

A primeira fábrica de baterias e automóveis da marca na Europa deverá empregar cerca de 12 mil pessoas e terá uma capacidade de produção de meio milhão de veículos anuais.