Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ousada por fora, nórdica por dentro: a incrível remodelação desta casa geminada em Londres

O projeto da AR Residence foi desenvolvido pelo estúdio de arquitetura DeDraft.

Exterior
Fachada da casa / Building Narratives|DeDraft
Autor: Vicent Selva (colaborador do idealista news)

Walthamstow passou por uma grande regeneração e agora tornou-se num dos lugares mais vibrantes de Londres para morar e visitar na capital britânica. Mas nem sempre foi assim.

Este bairro, localizado nos subúrbios da cidade, era uma zona de floresta e aldeias até ao final do século XVI. Progressivamente, a zona foi ganhando forma e novos contornos, principalmente com a chegada das ferrovias e a posterior suburbanização no final do século XIX. Na verdade, Walthamstow foi o local de nascimento de muitos dos icónicos autocarros vermelhos de Londres, muitos dos quais foram feitos numa das fábricas que povoavam o bairro. Outro marco é o famoso Mercado Walthamstow, que começou em 1885.

Como resultado do processo de regeneração que o bairro viveu nos últimos anos, foram desenvolvidas interessantes propostas urbanísticas e arquitetónicas por inúmeros estúdios e profissionais.

Um desses projetos interessantes foi desenvolvido pelo estúdio de arquitetura DeDraft, que remodelou uma das típicas casas geminadas, construída em 1920, que recebeu o nome de AR Residence. “Tendo vivido na propriedade por vários anos, os clientes criativos, um ilustrador e bibliotecário, pediram à DeDraft para expandir e modernizar a sua casa para criar uma estética exterior arrojada”, revela o estúdio no seu site.

O exterior chama a atenção pela cor que foi dada ao revestimento que cobre parte da fachada posterior. A opção escolhida foi um acabamento revestido de alumínio verde empoeirado. No interior, os montantes das janelas em pinho lacado estão alinhados com as juntas verticais exteriores para realçar a profundidade da estrutura. A marcenaria da janela é refletida nas linhas horizontais das vigas expostas do teto de abeto.

O cimento está presente no interior da casa, especificamente no piso térreo. Por um lado, em ladrilhos de grande formato. Por outro, nos blocos cinza claro que circundam as paredes, formando um cenário de fundo para a cozinha de contraplacado cinza claro e bétula personalizada.

No primeiro andar, as paredes internas foram reconfiguradas para tornar o uso do espaço mais eficiente. Eliminou-se uma casa de banho central sem janelas e libertou-se espaço para uma nova casa de banho com luz natural, com uma paleta de materiais muito simples com azulejos verdes mate de diferentes tamanhos, lavatório e toucador personalizados em Corian e utensílios de latão no acabamento preto mate.

Com a remodelação, construiu-se também no centro um novo espaço de pé-direito duplo, no qual foi inserida uma escadaria em carvalho que dá acesso ao espaço que alberga o estúdio de ilustração dos clientes, integrando uma sala de leitura.