Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Teletrabalhar desde Itália? Um município na região do Lácio está a oferecer apoios ao arrendamento

O vale arrendamento poderá cobrir um máximo de 50% das despesas associadas e não deverá ser superior a 200 euros.

Alessandro Antonelli/wikimedia commons
Alessandro Antonelli/wikimedia commons
Autor: Flavio Di Stefano

Os incentivos à atração de novos residentes em vários municípios italianos não param de surgir. Desta vez, foi a autarquia de Rieti – uma cidade na região do Lácio – a dar um passo em frente neste sentido: foi lançado um projeto que visa oferecer apoios ao arrendamento para quem está em teletrabalho e pretende mudar-se para esta localidade.

Foi seguindo o exemplo dado pela aldeia Santa Fiora, em Toscana, que a autarquia de Rieti desenvolveu este projeto designado “Rieti Smart Village”, que foi lançado no início de 2021. Este programa de incentivos resultou de uma proposta do vice-presidente e conselheiro para as Atividades Produtivas Daniele Sinibaldi, referiu a CNN.

Com o objetivo de atrair pessoas para a localidade, o município de Rieti está a oferecer, em concreto, um "vale de arrendamento", isto, um apoio para pagar as rendas das casas para quem viver na cidade durante, pelo menos, três meses. O apoio será de um máximo de 50% das despesas associadas ao arrendamento e não deverá ser superior a 200 euros mensais. O período do apoio também não deverá ser superior a seis meses, mas pode ser prolongado.

A iniciativa lançada pela Câmara Municipal de Rieti surge na sequência do projecto "RI-editing", com o qual a administração pretende realizar atividades de apoio ao desenvolvimento local conduzidas por uma equipa de jovens profissionais que trabalham nas áreas de consultoria empresarial, marketing publicitário, design integrado e ‘cross-media’ com vista a desenvolver novas oportunidades e estratégias para a cidade.

"Neste período de pandemia da Covid-19, assistimos à explosão do fenómeno do teletrabalho. Com a sua riqueza histórica, tradições e relações, Rieti oferece a possibilidade para aqueles que trabalham remotamente terem uma qualidade de vida muito melhor para si e para as suas famílias", afirmou Daniele Sinibaldi na página web do município.

Para o vice-presidente da câmara, o município pretende “encorajar a chegada de novos residentes para o nosso território. Estamos convencidos de que Rieti tem um certo potencial para desempenhar um papel de liderança no novo modelo de desenvolvimento que pode surgir em resultado da pandemia”. E por isso, acrescenta, “queremos investir a este respeito”.