Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Esta casa pré-fabricada nas Caraíbas esconde um interior incrível

Casa tem inspiração naútica e vários sistemas sustentáveis de captação de água das chuvas e de energia solar.

Casas pré-fabricada nas Caraíbas
David Hertz Architects
Autor: Vicent Selva (colaborador do idealista news)

Um lugar paradisíaco e uma casa de sonho. Esta combinação perfeita é possível encontrar na Sail House, uma casa incrível que se situa em Bequia, uma pequena ilha de São Vicente e Granadinas e que pertence às Caraíbas. Trata-se de uma casa pré-fabricada que apresenta uma forma peculiar e que presta homenagem às tradições marítimas locais. A sustentabilidade está também no centro da sua construção.

Este é um trabalho de David Hertz Architects que apresenta vários toldos tensos que evocam a imagem das velas ‘billowing’ utilizadas nos navios que outrora frequentavam as águas desta ilha das Caraíbas. Mas esta não é a única fonte que influenciou o design destes toldos. A sua estrutura também foi pensada para dar respostas às condições climáticas da região, possuindo mecanismos extensíveis que criam sombras de uma forma que os toldos tradicionais não são capazes. Estas coberturas permitem também recolher a água da chuva e criar uma chaminé térmica que aumenta a ventilação da estrutura.

“O projeto tem um nome inspirado na cultura náutica das Granadinas, que é visível na estrutura dos toldos, e foi desenvolvido segundo os sistemas de construção ambientais.  As membranas do toldo fazem sombra ao sol equatorial e recolhem água", destaca o website.

Na parte inferior é possível aceder a uma série de formas construídas que consistem na residência principal e en algumas casas de hóspedes. Através de um caminho inclinado, os visitantes chegam à garagem e ao espaço de habitação principal ao nível do solo.

Surpreendentemente, grande parte da estrutura da Sail House é pré-fabricada. Esta sua origem é visível no projeto da casa, onde uma caixa de betão, ancorada a um conjunto de formas construídas no terreno inclinado, cumpre a função de cisterna para a recolha da água da chuva. As vigas de alumínio, em cantilever angular a partir deste bloco, atuam como suportes para os cabos que mantêm as coberturas de tração no seu lugar, como se estivessem a suportar os mastros e a armação de um barco.

Quando a água da chuva cai sobre a cobertura é direcionada para as placas fixas de aço inoxidável nas suas extremidades, que a canalizam para os mastros de alumínio ligados às cisternas. A água aqui recolhida também pode ser utilizada para transportar ar mais fresco para os níveis mais elevados da estrutura através do mastro central, quando necessário.

No nível inferior, perto da base da cisterna de blocos de betão, uma piscina curva estende-se ao longo da casa, com uma área coberta adjacente, uma pérgola e um grande terraço. No centro da piscina encontra-se uma plataforma fechada que se eleva sobre uma coluna metálica. Esta estrutura semelha-se a um miradouro de ninho de corvo, um espaço que é frequentemente visto nos mastros dos veleiros. Avista-se ainda uma ponte suspensa que liga o pequeno miradouro à varanda que percorre todo o piso superior. Este andar alberga um quarto com casa de banho anexa e ainda um escritório.

O desenho desta casa pré-fabricada inclui, assim, várias características sustentáveis como é exemplo a captação de água da chuva e a utilização de painéis fotovoltaicos, sistemas que permitem que a casa produza água e energia suficientes para todo o ano. Combinadas com sistemas de armazenamento de água e um sistema de proteção solar, estas características reforçam ainda mais a resiliência da casa aos climas tropicais das Caraíbas.