Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Plantas em casa: como cuidar destas damas de companhia

As plantas são benéficas para a saúde em geral, e cuidar delas pode servir como bom exercício de meditação e controlo de ansiedade.

Apreciar o mundo, cuidando de todos os seres vivos / Photo by Clem Around The Corner on Unsplash
Apreciar o mundo, cuidando de todos os seres vivos / Photo by Clem Around The Corner on Unsplash
Autor: Redação

Agora que passamos tantas horas em casa, é importante criar um ambiente mais agradável , confortável e, sobretudo, saudável. Embora a ventilação natural seja seja um dos sistemas mais eficazes para renovar o ar dentro de casa, as plantas podem ser grandes aliadas, desempenhando um papel fundamental de purificação do ambiente, além de serem uma referência de alegria e vitalidade. Hoje deixamos-te algumas dicas essenciais para cuidares das plantas e, se for caso disso, recuperar outras que, por falta de tempo, foram deixadas ao abandono.

As plantas são benéficas para a saúde em geral, e cuidar delas pode ser um bom passo para a redução do stress, controlo da ansiedade ou, se quisermos, uma boa forma de meditação: desconectar-se do mundo, do telemóvel e do computador, e criar um momento, por menor que seja, de contacto com a natureza. A propósito desta nova “temporada” em casa, o idealista/news decidiu recuperar alguns truques e dicas fundamentais para que estas “damas” de companhia cresçam bonitas e saudáveis.

Um lugar com luz, mas cuidado

A falta de luz será um problema, mas tudo dependerá, também da espécie de plantas que tiveres em casa. Deverás procurar explorar e saber mais sobre elas – uma vez que tempo é coisa que não falta – para que possas colocá-la no lugar mais ideal da casa.

Ainda assim, é preciso referir que o sol direto também pode ser prejudicial: se decidires colocar a planta junto a uma janela deverás resguardá-la, com um cortinado, por exemplo, para evitar que as folhas se queimem.

A luz é outro fator fundamental, mas são precisos cuidados / Photo by Sanetwo Sodbayar on Unsplash
A luz é outro fator fundamental, mas são precisos cuidados / Photo by Sanetwo Sodbayar on Unsplash

Atenção à quantidade de água

O excesso de água, como já referimos várias vezes, é o principal inimigo das plantas. Cada época requer uma rega mais ou menos abundante, não tanto quanto poderias pensar, uma vez que no interior as condições são bem diferentes do exterior. Se tiveres dúvidas mexe na terra e elimina o excesso que poderá estar no recipiente que tens debaixo do vaso.

A quantidade de água dependerá sempre da espécie da planta / Photo by Milada Vigerova on Unsplash
A quantidade de água dependerá sempre da espécie da planta / Photo by Milada Vigerova on Unsplash

A humidade também é importante

Podes regá-la adequadamente e mantê-la no melhor sítio da casa, mas se não tiveres em conta a humidade, todos os esforços podem ir por água abaixo. Um bom indicador são as pontas secas das folhas. Podes mantê-las hidratadas pulverizando-a de vez em quando.

Cuidado com a humidade / Photo by Brina Blum on Unsplash
Cuidado com a humidade / Photo by Brina Blum on Unsplash

A temperatura

A maioria das plantas reage bem a um ambiente com uma temperatura situada entre os 15 e os 25º, dependendo se é verão ou inverno, se há aquecedores ou ar condicionado, tidos como inimigos das espécies.

A localização é muito importante / Photo by SQUARELY on Unsplash
A localização é muito importante / Photo by SQUARELY on Unsplash

Ventilar e limpar

Para que possa realizar a fotossíntese mais facilmente é recomendável ventilar as divisões e limpar as folhas com um pano húmido, para que o pó não se acumule e impeça a transpiração.  

Cuidar não significa só regar / Photo by SQUARELY on Unsplash
Cuidar não significa só regar / Photo by SQUARELY on Unsplash

Cá dentro e lá fora

Mas não só de plantas de interior vive uma casa. Se tiveres um pátio, um jardim, ou até uma varanda, podes aproveitar esses espaços para criares verdadeiros oásis exteriores - há muitos sites através dos quais poderás mandar vir algumas espécies, se for caso disso -, acrescentando algum mobiliário que esteja "perdido" no sotão, dando-lhe um novo uso. Neste artigo deixamos-te, por exemplo, alguma dicas de decoração para converter a varanda no espaço estrela da casa.

As varandas podem ser convertidas num jardim / Photo by nrd on Unsplash
As varandas podem ser convertidas num jardim / Photo by nrd on Unsplash

E para que não te falte nada nestes tempos que vivemos, decidimos recordar alguns guias práticos com belos exemplos do que deves e não deves fazer: