Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

As novas tendências de decoração e arquitetura desde hoje na Homeing

O que de melhor se produz em Portugal no setor do design de interiores no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.

Homeing
Homeing
Autor: Redação

O Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, recebe desde hoje até ao próximo sábado a Homeing Interior Design and Home Living. Em causa está a mostra de decoração e design, que reúne as melhores marcas e fabricantes portugueses do setor. O evento, dirigido a profissionais, terá um horário alargado, entre as 11h00 e as 20h00, dias 7 e 8 de outubro, e das 11h00 às 19h00, no dia 9 de outubro.

Um dos grandes atrativos desta sexta edição é a exposição de Maria Beautitude, pintora e contadora de histórias, que apresenta “Frente e Verso de uma Vida Doméstica”, uma instalação artística que reflete sobre a integração entre o espaço doméstico e a vida profissional, no contexto de confinamento. Segundo a autora, citada em comunicado, a peça representa “um universo caseiro, profissional e social que se mesclou e ocupou um lugar que, um dia no futuro, parecerá um cenário de um filme, onde pela frente as paredes mostram a realidade espalmada em 2D, e na retaguarda estão seguras por suportes que as mantêm em pé.”

A par da instalação, na Homeing será possível conhecer em primeira-mão as novas tendências de design e arquitetura de interiores, apresentadas por marcas de referência na área de tecidos de decoração, revestimentos, tapeçarias, mobiliário, iluminação e acessórios.

Novas tendências de decoração, design e arquitetura marcadas pela sustentabilidade e saúde

Homeing
Homeing

Com o mote “Regresso à natureza”, o evento revela a crescente preocupação das marcas com a sustentabilidade e saúde, através da aposta em revestimentos naturais e hipoalergénicos, como a Botaca que apresenta o revestimento em sementes, tecidos produzidos à base de materiais reciclados, como é o caso da coleção Future Healing, da Aldeco, feita a partir de garrafas de plástico recicladas e resgatadas do oceano e a “Clean Ocean” da Graccioza, fibras naturais, uma tendência seguida pela histórica marca portuguesa de tapetes, a Ferreira de Sá, através da nova coleção Bamboo, e muitas outras soluções pensadas para reduzir o impacto no meio ambiente.

Segundo Amélia Estevão “a Homeing distingue-se pela curadoria das marcas e fabricantes presentes, procurando apresentar o que de melhor se produz em Portugal no setor do design de interiores. Sentimos uma grande vontade e entusiasmo de todos os expositores em voltar ao contacto presencial, aos negócios de proximidade e à oportunidade de se darem a conhecer a novos parceiros de negócio.”

Este será o primeiro evento com o complemento digital, através da plataforma E + E Homeing, "que pretende expandir as oportunidades de negócio à escala global, mas também permitir uma interação antes e após o evento, entre os expositores e os visitantes, otimizando o processo de pesquisa e contacto”, acrescenta a responsável.

Seguindo a organização do evento, a  E+E Homeing apresenta os expositores por categorias – tecidos de decoração, mobiliário/iluminação, revestimentos/têxteis, soluções projeto e banho/acessórios, funciona como marketplace, permitindo gerar negócio, consultar informação e conteúdos, agendar reuniões, realizar videochamadas e mensagens instantâneas. Além disso, através da plataforma é possível requisitar o convite profissional, preparar a visita ao espaço físico, consultar a agenda e registar o histórico.