Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Desconfinamento: como evitar levar o vírus da Covid-19 para dentro de casa

Agora que, cada vez mais, se está a fazer vida fora de casa, deve tentar-se garantir todos os cuidados para minimizar riscos dentro do lar.

El Mueble
El Mueble
Autor: Redação

Ainda não há muitas certezas sobre se o novo coronavírus permanece nas superfícies e no vestuário, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para a necessidade de sermos cautelosos. Agora que estamos em desconfinamento e a voltar às nossas rotinas, fazendo-se cada vez mais vida fora de casa, não podemos esquecer que tirar os sapatos e mudar de roupa para evitar a entrada dos germes no lar é crucial.

Neste artigo, preparado pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor* para o idealista/news, damos algumas dicas para te manteres em segurança em pleno desconfinamento.

  • Não sacudas a roupa suja dentro de casa. Enrola-a de dentro para fora, fazendo um embrulho. Este cuidado reduz o risco da propagação do vírus pelo ar.
  • Se não usares luvas, ao mexer em roupa suja, é essencial lavar as mãos no final.
  • Segue as instruções do fabricante da roupa na etiqueta. Se for possível, escolhe a temperatura da água mais elevada e deixa roupa secar completamente.
  • Quanto mais quente, melhor: o nosso corpo apresenta uma temperatura média de 37ºC. É a condição ideal para a proliferação de vírus e bactérias. Para travar o coronavírus, a habitual lavagem a 30ºC pode não ser suficiente. A maioria dos vírus não sobrevive a temperaturas acima de 60°C. O ideal será usar esta opção para toalhas de mesa, toalhas de banho, roupas de cama, lenços e toalhas de cozinha. No cenário atual, aumentar a frequência da lavagem ajuda.
  • Usar detergente a mais não aumenta a eficácia da limpeza. Não é boa ideia! O excesso de detergente deixa espuma de sabão na roupa e dificulta o enxaguamento completo. O mesmo aplica-se à máquina, que acumula mais restos de detergente não totalmente dissolvido. Usa a dose recomendada.
  • Temperaturas extremas de frio e calor podem impedir a multiplicação do vírus. Se tiver máquina de secar roupa, utiliza-a durante 20 minutos para conseguires mais ação de calor e eliminar os germes.
  • Passar a ferro também é útil. A base do ferro pode atingir mais de 100ºC: esta temperatura pode contribuir para uma melhor higienização da roupa. Ao passar a roupa de uma pessoa infetada ou com sintomas de covid-19, use a temperatura mais elevada possível para as peças e abuse do vapor. Apesar de não existir evidência científica, mal não faz. Informa-te connosco.

*Conta com o apoio da DECO através do número de telefone 21 371 02 00, do endereço eletrónico decolx@deco.pt. Podes também marcar atendimento via skype. Segue-nos nas páginas do Facebook, Twitter, Instagram, youtube e Linkedin.