Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Défice

Últimas notícias sobre "Défice" publicadas em idealista.pt/news

Baixo consumo e investimento estão a tramar recuperação da economia nacional, diz The Economist

O crescimento da economia portuguesa vai permanecer lento até ao final de 2016, penalizado pela evolução do consumo interno e do investimento. A convicção é da Economist Intelligence Unit (EIU), apontando que a procura interna e o investimento deverão continuar a travar a economia. E, desta forma, as metas orçamentais definidas para este ano são agora mais difíceis de alcançar.

Notícia sobre:

Radiografia do dia: Dívida pública dos países europeus em relação ao PIB

A dívida pública é um dos “cavalos de batalha” da atual situação económica internacional. Este é um problema que sucede sobretudo na Europa, onde o endividamento de alguns países, como Portugal, Grécia, Itália e Irlanda, é muito superior ao respetivo PIB anual – no caso de Portugal, a dívida pública representa 128% do PIB. Outro grupo de países, que integra potencias como Espanha, França, Reino Unido e Alemanha, tem uma dívida pública acima de 80% do PIB.

Notícia sobre:

Meta de défice para 2014 obriga a mais esforços ainda este ano

O cumprimento da meta do défice em 2014 vai exigir uma consolidação de cerca de 1,5 pontos percentuais do Produto Interno Bruto (PIB) semestral na segunda metade do ano, "quase o dobro da conseguida no primeiro semestre", estimou a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO).

Notícia sobre:

Rumores do dia

Notícia sobre:

Rumores do dia

Notícia sobre:

Aprovado Orçamento Retificativo que garante défice de 4%

O Conselho de Ministros aprovou, esta terça-feira, o Orçamento Retificativo (OR) para acomodar medidas que cubram os chumbos do Tribunal Constitucional (TC). O Executivo garante que a meta do défice traçada para este ano (4%) será cumprida, não havendo alterações ao nível de impostos.

Notícia sobre:

Governo garante défice de 4% com folga de mil milhões de impostos

O primeiro-ministro disse ontem que o Orçamento Retificativo para este ano não contempla matéria de natureza fiscal, pelo que não haverá novo aumento de impostos. Pedro Passos Coelho referiu, no entanto, que serão precisos ajustamentos no orçamento e rearrumar a despesa dentro do Estado.

Notícia sobre:

Rumores do dia

Economistas acreditam que é possível cumprir regras da UE com défice mais alto: O debate político português parece dividir-se entre quem quer cumprir o Tratado Orçamental e quem pede uma inversão do rumo. O Governo mantém os objetivos acordados com a Troika, mas no PS fazem-se contas que apontam para uma resposta a favor de um ajustamento mais suave: com um défice de 2,9% do PIB em 2015, acima da meta atual de 2,5%, Portugal cumpre a obrigatoriedade de reduzir em 0,5% o défice estrutural e as imposições do Pacto de Estabilidade e Crescimento (défice abaixo de 3%). (Diário Económico)

Notícia sobre: