Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Deco Alerta: Vais de férias? Fica a saber que é mais barato reservar um quarto de hotel pela internet

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A marcação das férias e a respetiva reserva de hotel é o 50º tema da Deco Alerta. Destinada a todos os consumidores em Portugal, esta rubrica semanal é assegurada pela Deco - Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news.

Envia a tua questão para a Deco, por email para gcabral@deco.pt ou por telefone para 00 351 21 371 02 20.

Vamos de férias em agosto e pensei que poderíamos reservar o alojamento no hotel através de um dos portais de turismo mais conhecidos no nosso mercado. Mas tenho algum receio de fazer esta operação através da internet. A Deco considera que é mais vantajoso economicamente? Tenho de ter algumas cautelas especiais?

Caro leitor, com a reserva de hotel através dos portais de turismo online poderás poupar até 92 euros. 

Recentemente a Deco comparou 100 preços obtidos diretamente no hotel e em diferentes portais na net. Concluímos que navegando na net se conseguem melhores preços e que é preciso pesquisar em diferentes plataformas para encontrar o melhor negócio. No final do nosso estudo, obtivemos um total de 462 preços para 100 hotéis, conseguindo-se, então a poupança de mais de 90 euros. 

Aconselhamos-te a nunca aceitar o primeiro valor que encontrares e a relativizar as mensagens a anunciar que já existem poucos quartos com o preço anunciado ou que estão várias pessoas a consultar a oferta. São os truques da publicidade… procura sempre a melhor oferta. 

Para comparares realmente as diferentes propostas, além do preço, terás de conferir a tipologia do quarto e as condições das tarifas. Com frequência, as ofertas mais baratas correspondem a tarifas que não podem ser canceladas sem custos para o consumidor e sem refeições. Antes de reservar, avalia se esse tipo de tarifa é o que interessa, pois um preço superior pode ser mais vantajoso, por exemplo, se incluir o pequeno-almoço no hotel. Aconselhamos-te também a contactar o próprio hotel, fazer uma chamada telefónica ou enviar um e-mail, para esclarecer tanto a questão do preço, como a das condições da tarifa.

O último alerta respeita a uma situação que tem trazido algumas reclamações à Deco: Nas reservas de quartos de hotel pela net não existe o direito de livre resolução do contrato no prazo de 14 dias, como acontece com a maioria dos bens e dos serviços comprados à distância. O fornecimento de alojamento, para fins não residenciais, em que o contrato preveja uma data ou período específicos é uma exceção à lei. Assim, só se pode cancelar uma reserva sem custos se a tarifa escolhida o permitir.

Para saberes mais, consulta-nos: 
http://www.deco.proteste.pt/familia-vida-privada/ferias-lazer/noticia/reserva-de-hoteis-online-pesquisa-permite-poupar-ate-92-euros/