Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Barcelona com nova lei do alojamento para travar turismo

Autor: Redação

O Governo de coligação de Barcelona, liderado por Ada Colau, acaba de cumprir o que tinha prometido: apertar o cerco ao alojamento local. O pleno do Conselho Municipal da cidade espanhola aprovou na sexta-feira passada um novo regulamento que tem por objetivo um modelo de turismo mais sustentável. O novo plano urbanístico limita a criação de novos hotéis e alojamentos turísticos no epicentro de Barcelona e centrifugará às zonas periféricas da cidade catalã as novas licenças.

Desta forma, as autoridades de Barcelona vão passar a ter uma ferramenta com a qual podem gerir o negócio dos alojamentos turísticos que consideravam, desde este Governo municipal de Colau, que estava a crescer em detrimento da qualidade de vida dos habitantes locais - à semelhança da polémica que se tem discutido em Lisboa e no Porto.

A autarquia destaca quatro princípios determinantes do novo plano urbanístico: "preservação da habitação, garantia de uma cidade com um mix de usos equilibrado, velar pela qualidade do espaço público e manter a diversidade dos tecidos urbanos".

A nova lei já está a suscitar críticas e temores por parte de quem está a operar no turismo. Há quem diga mesmo que as casas para turistas no centro de Barcelona têm os dias contados e isso mete em risco uma "economia colaborativa" muito importante para as famílias locais.