Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Já foram lançadas 55 novas operações aéreas este ano e aposta passa pela Escandinávia

Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo.
Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo.

“Este ano já foram lançadas 55 novas operações aéreas, mas isto não quer dizer que vamos parar por aqui, pelo contrário”, revelou a secretária de Estado do Turismo. Segundo Ana Mendes Godinho, que falava ao idealista/news à margem de uma conferência realizada dia 6 de outubro durante o Salão Imobiliário de Portugal (SIL), uma das apostas passa por reforçar a ligação aérea com os países escandinavos.

“Para o turismo, quer de visitantes quer residencial, é crucial a competitividade das ligações aéreas. Só se forem rápidas, acessíveis e baratas é que dinamizamos o fluxo entre os vários mercados e Portugal. Temos de apostar em função dos mercados que queremos atingir e apostar nas ligações aéreas adequadas para garantir que existe um fluxo regular que permite o movimento de passageiros”, adiantou a governante.

Segundo Ana Mendes Godinho, é necessário garantir que se atinge os mercados que interessam mais. “Ou porque são os turistas que deixam mais valor em Portugal, como por exemplo os dos EUA, China e Brasil, ou porque são mercados que por exemplo vêm em alturas do ano que não são época alta. [Por isso] temos de garantir que há ligações aéreas ao longo de todo o ano”, explicou.