Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Dicas para promover e publicitar um alojamento turístico

Conselhos que valem ouro na hora de rentabilizar um Alojamento Local (AL). Um investimento que pode ajudar o negócio de quem aposta no setor.

Imagem de Flarius por Pixabay
Imagem de Flarius por Pixabay
Autor: Redação

As estratégias de marketing mudaram muito na última década, havendo atualmente muitos tipos de publicidade e formas de promover e publicitar os produtos, sendo que algumas são mais rentáveis – e também caras – que outras. Tudo dependerá do orçamento que se tem. Neste artigo, preparado pela Avaibook (detida pelo idealista), damos algumas dicas e apresentamos soluções para promover e publicitar da melhor forma um alojamento turístico/Alojamento Local (AL).

Para a maioria dos gestores de AL o ideal é fazer uma combinação de SEO, SEM e redes sociais, lê-se no site da Avaibook. Explicamos em baixo o que significam estas siglas e como podem ser usadas estas “ferramentas” para melhor promover e publicitar um alojamento turístico.

O que é o SEM?

Significa Search Marketing Engine e engloba as diferentes campanhas pagas que podem ser realizadas através dos diferentes motores de busca que existem na Internet. É uma das formas mais eficazes de fazer crescer o negócio num mercado cada vez mais competitivo, pois há milhões de alojamentos a competir pelos mesmos clientes.

Plataformas para fazer SEM

O Google Ads é a plataforma SEM mais utilizada. Mil milhões de pesquisas são realizadas diariamente no Google, pelo que a utilização desta plataforma pode ajudar-te a “chegar a mais pessoas”.

Já o Bing Ads diz conectar-se com três milhões de motores de busca que o Google não consegue alcançar. Ao publicar anúncios em sites parceiros como Yahoo ou MSN, o Bing Ads irá ajudar a conectares-te aos buscadores que não usam exclusivamente Google para pesquisa.

Prós de fazer SEM:

  • Chegarás aos clientes de imediato;
  • Darás a conhecer o teu alojamento;
  • Poderás segmentar o tipo de cliente que pretendes alcançar.

Contras de fazer SEM:

Outros portais podem competir contigo, investindo um orçamento maior, por isso:

  • É imprescindível ter um website para poder converter o cliente;
  • É difícil otimizar uma campanha SEM.

Para realizar uma campanha SEM com benefícios positivos é necessário ter um orçamento elevado e ter um profissional para otimizar as campanhas. Não é complicado lançar uma campanha SEM, mas é complicado otimizá-la para alcançar um ROI positivo, explicam desde a Avaibook.

Imagem de Diggity Marketing por Pixabay
Imagem de Diggity Marketing por Pixabay

O que é o remarketing?

É um método para conectar o teu produto ou serviço com pessoas que já tenham visitado o teu site. Usando esta ferramenta, é possível criar anúncios personalizados para essas visitas.

Prós:

  • Aumenta a possibilidade de conversão de uma pessoa num cliente;
  • Mantém-no na mente do cliente, lembrando-o do seu produto.

Contras:

  • As pessoas sentem-se muitas vezes desconfortáveis com este tipo de anúncios;
  • Tem baixa conversão;
  • Não se quer mostrar o mesmo anúncio a uma pessoa muitas vezes. Assim, terás de passar algum tempo a criar novos anúncios e a atualizá-los.

Redes sociais

Atualmente existem centenas de diferentes estratégias de marketing para conseguir clientes através de redes sociais. Antes de mais, queremos deixar claro que não existe uma rede social perfeita, cada uma tem as suas vantagens e desvantagens. A melhor coisa a fazer é testar e ver o que funciona melhor para cada AL.

Apesar de não existir uma plataforma social perfeita, o nosso conselho é começar com as mais populares. E, depois de analisar os resultados e saber quais são os mais rentáveis, opta por lhes dedicar uma percentagem mais elevada do teu orçamento.

Facebook ADS

Com mais de dois mil milhões de utilizadores mensais, o Facebook alberga mais de um quarto da população mundial, tornando-o uma das melhores formas de promover um alojamento turístico. É importante dar um passo de cada vez: começa por investir pequenas quantias e aumenta o valor pouco a pouco.

Prós:

  • O Facebook é a maior rede social;
  • O alcance é maior do que noutras redes sociais;
  • É muito fácil criar uma campanha;
  • Poderás fidelizar o cliente potenciando o conhecimento da sua marca;
  • É muito barato começar com o Facebook ADS

Contras:

  • A taxa de conversão é potencialmente baixa se os anúncios não forem suficientemente persuasivos para os utilizadores;
  • Não pode ser segmentado, tão bem como no Google AdWords.

Instagram ADS

É a plataforma onde as imagens e a autenticidade são os principais impulsores da interação com o conteúdo. É uma plataforma única do ponto de vista publicitário que conduz a um envolvimento mais frequente que no Facebook.

Prós:

  • É uma rede social muito visual; 
  • Fácil de segmentar; 
  • Formato único de anúncio;
  • Permite a promoção cruzada;
  • É barato começar a utilizar o Instagram ADS.

Contras:

  • Público limitado, o target a quem se dirige é 12-34 anos de idade;
  • Requer que trabalhes numa plataforma móvel;
  • Não oferece muito espaço para o conteúdo original.

Segundo a Avaibook, “a gestão deste tipo de campanha é complexa e é verdade que leva tempo a torná-la rentável”. “Mas hoje em dia há muitas estratégias de otimização: dependendo do público que pretendes alcançar, terás de dar prioridade a uma plataforma em detrimento de outra”, lê-se no artigo publicado no site da empresa.