Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Já sabes para onde vais nas férias de verão? Oito em cada dez portugueses vão sair de casa

Gtres
Gtres
Autor: Redação

O verão começa amanhã (21 de junho) e o sol parece ter vindo para ficar. Quer isto dizer que as férias estão à porta para muitas pessoas. E oito em cada dez portugueses (80%) deverão gozar férias fora de casa, com as praias nacionais a dominarem os planos, assim como a preocupação em poupar.

Estas são algumas das conclusões a retirar de um estudo do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), apoiado em 532 questionários.

Segundo a Lusa, que se apoia no estudo da associação sem fins lucrativos, 80% dos “portugueses vão fazer férias fora de casa no período de junho a setembro, um valor próximo do apurado” no período homólogo (82%).

Outra das conclusões a retirar do estudo dá conta da intenção de poupar nas férias, visto que nas decisões a tomar a poupança é “uma preocupação vincada pelos portugueses, com a maioria a reconhecer que faz sempre uma estimativa orçamental para as suas viagens e que as suas opções dependem do preço dos destinos e de quanto conseguem poupar”. 

“Ainda a este nível, procuram economizar nos voos e, em menor grau, nos locais que escolhem para usufruir das suas férias. Os dados revelam, por isso, um cenário pouco favorável a um aumento dos gastos, apesar de se esperar uma ligeira subida dos mesmos”, lê-se no documento.

Como motivação principal para a viagem, os inquiridos respondem o sol e mar (54%), a cultura (14%) e as visitas a cidades (12%), por esta ordem. Portugal é tido em conta como destino de férias em 45% das respostas.

No que diz respeito ao alojamento a escolher, os hotéis de quatro estrelas são a opção respondida por 27%, ultrapassando o alojamento particular ou gratuito, sobretudo a casa arrendada ou de familiares e amigos (22%).

De referir que agosto é o mês mais escolhido para gozar férias (44% das preferências) e que cada turista deverá gastar, em média, 430 euros, o que dá uma média de 57 euros por noite, valores idênticos aos verificados no estudo realizado no ano passado.

“A expetativa para o gozo de férias é muito positiva com o Algarve a ser o destino de eleição, numa escolha que coloca Portugal no topo das preferências para 45% dos inquiridos”, referiu o presidente do IPDT, António Jorge Costa, baseando o seu comentário nas respostas obtidas no estudo. 

Dos que optam por viajar para dora do país, 30% optariam por um destino europeu, com a Espanha a liderar o ranking (18%).