Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

5 ilhas para descobrir em Portugal, Espanha e Itália

5 ilhas para descobrir em Portugal, Espanha e Itália
Escapa para uma ilha paradisíaca, aqui muito perto
Autor: Redação

A pandemia do novo coronavírus continua presente no nosso dia a dia, mas nesta "nova normalidade" são cada vez mais os que desejam passar uns dias de desconexão e isolamento num destino de verão. E, numa das ilhas mais bonitas de Portugal, Espanha e Itália, isto pode ser possível.

Se ainda não terminaste de planear as tuas férias, descobre estas ilhas menos turísticas, perfeitas para quem quer relaxar em segurança, mantendo o distanciamento social. Aproveita as rotas de caminhada com paisagens espetaculares e, acima de tudo, não deixes de visitar todas as praias maravilhosas escondidas nestas ilhas. Faz as malas e prepara-te para viajar!

1. Ilha de Ísquia

Ilha de Ísquia
Wikimedia commons
No Golfo de Nápoles encontramos uma ilha que é tão bonita como Capri, mas que poucos turistas conhecem. Ísquia, um destino de férias muito popular para os antigos romanos, seduzia os seus visitantes com os seus aromas e cores. Atualmente, muitos italianos conhecem esta ilha como "a ilha da serenidade" e amabilidade e espírito acolhedor dos seus habitantes e a sua espetacular natureza mediterrânea.

Uma das maiores atrações turísticas são as suas águas termais, e existem vários "spa" onde podes desfrutar das mesmas. Se és fã de praia, então estes são os teus destinos: Sorgeto, Maronti e Sant'Angelo.

O que visitar em Ísquia:

  • Castello Aragonese, um castelo medieval no meio do mar. Atravessa a ponte e descobre o maior ponto turístico da ilha;
  • Monte Epomeo, a montanha mais alta da ilha, com quase 800 metros de altura, perfeita para os amantes de trekking;
  • Giardini termali Poseidon, termas onde podes passar todo o dia. Conta com praia privada, piscinas termais com águas entre os 30º e os 40º, piscinas interiores, restaurante, centro de bem-estar, etc.

O que comer em Ísquia:

  • Coniglio all’ischitana, um estufado de coelho à moda ischitana;
  • Spaghetto con le vongole, esparguete com amêijoas ou berbibão, preparados com azeite, alho e, por vezes, tomate;
  • Corneto caldo con amarena, um croissant quente com geleia de cereja preta.

Se estás à procura de alojamento na ilha, dá uma vista de olhos às casas de férias anunciadas na Rentalia.

2. Ilha de La Gomera

Ilha de La Gomera
Wikimedia commons
La Gomera, a ilha menos desenvolvida de todas as Ilhas Canárias em termos de turismo, declarada Reserva da Biosfera Mundial em 2012, foi um dos primeiros destinos a iniciar as fases de "desescalada" depois do confinamento da população espanhola devido ao coronavírus. Se este verão queres evitar grandes multidões e manter-te em segurança durante as férias, La Gomera é o teu lugar.

A maioria dos turistas que a visitam são atraídos pela sua fascinante natureza, pelas suas florestas de louro, pelos seus caminhos de paisagens subtropicais de montanha e pelo contacto com as águas do Oceano Atlântico.

Uma visita ao Parque Nacional Garajonay é essencial para conhecer a parte mais selvagem da ilha. E, se gostas de praia, descobre a área de Valle Gran Rey, considerada a parte mais "turística" da ilha.

O que visitar em La Gomera:

  • Pico de Garajonay, a 1.487 metros de altura, é o ponto perfeito para terminar uma boa caminhada. Aproveita para ver a paisagem desde o miradouro Alto de Garajonay;
  • Passa o dia numa das suas praias selvagens: Playa de La Caleta, de Santa Catalina, de Alojera, de Vueltas, de Argaga, del Medio, de la Guancha;
  • Vê golfinhos e baleias, contratando uma viagem em barco com uma das empresas que trabalham a partir de Valle Gran Rey.

O que comer em La Gomera:

  • Papas arrugadas con mojo de pimenta (picante) ou aromático (com coentros e salsa). As melhores batatas assadas que provarás na vida;
  • Gofio. Umas “papas” preparadas com gofio, uma farinha obtida do grão de cereais como milho e trigo;
  • Leche asada, uma espécie de flan, preparado diretamente no forno, sem banho-maria.

Encontra uma casa de férias em La Gomera e prepara-te para relaxar.

3. Ilha de Elba

Ilha de Elba
Pixabay
Conta-se que Napoleão descobriu a exuberante e cristalina ilha de Elba e não quis partir, porque se apaixonou pelo fantástico vinho, o Alleático. Se visitas a ilha de Elba, verás como as vinhas deste vinho crescem nas margens do Mediterrâneo e recolhem o sabor do mar, conferindo-lhe um aroma excecional.

Esta bela ilha situada no Mar Tirreno tem uma beleza indiscutível, baseada numa mistura de mar e montanha. A maneira mais fácil de chegar a Elba é por ferry, a partir de Piombino. Uma vez na ilha, não deixes de visitar Capoliveri, uma vila pitoresca com ruas estreitas, Porto Azul, com todos os seus barcos, e Portoferraio, onde encontrarás as melhores praias da ilha.

O que visitar em Elba:

  • Praia de Fetovaia, uma praia de águas cristalinas com resorts, escolas de surf e parque de estacionamento, que não tem nada que invejar às praias das Caraíbas;
  • Marciana Marina, visita esta encantadora aldeia de pescadores, passeia pelo seu passeio marítimo e descobre a sua torre de vigilância do século XVI;
  • Monte Capanne, prepara-te para caminhar ou apanha o teleférico para conhecer o ponto mais alto do arquipélago toscano.

O que comer em Elba:

  • Panzanella Elbana, a salada perfeita para os dias quentes de verão. Preparada com atum, anchovas, croutons, tomates, pepinos, cebolas bebé, pimentos, manjericão e idealmente acompanhada por um copo de Elba Bianco DOC;
  • Riso al nero di seppia, arroz com tinta de choco. Um prato de lamber os dedos!;
  • Schiaccia briaca, um bolo de Natal (mas que se pode encontrar todo o ano), ligeiramente levedado com nozes e passas, típico da ilha e, em particular, do Rio nell'elba.

Encontra o alojamento perfeito na Ilha de Elba em Rentalia.

4. Ilha de Formentera

Ilha de Formentera
Flickr/Creative commons
Formentera é, sem dúvida, um lugar especial . Este paraíso não é uma ilha desconhecida, mas é muito menos movimentada que os seus vizinhos no arquipélago das Baleares, porque não tem um aeroporto.

É complicado escolher uma única praia em Formentera, mas a praia de Ses Illetes é provavelmente a mais famosa, com águas azuis transparentes que parecem irreais.

Outro lugar essencial que deves visitar em Formentera é o Farol do Cap de Barbaria, que se tornou famoso com o filme "Lucía e o sexo”. Vê o pôr do sol desde o farol e deixa-te apaixonar pela ilha.

O que visitar em Formentera:

  • Desfruta das melhores vistas da ilha e das suas águas azuis, desde o miradouro de La Mola;
  • Aluga um barco e passa o dia em Esplamador, um ilhéu privado (mas que pode ser visitado) e protegido devido à sua importância ecológica, a norte da ilha;
  • Aproveita para fazer compras nos mercados artesanais que encontrarás por toda a ilha.

O que comer em Formentera:

  • Frita de pulpo, um refogado de polvo, batatas, pimentos e cebolas;
  • Sofrito payes, um guisado preparado com cordeiro, frango e batatas, condimentado com alho, salsa, sal, pimenta, canela em pó, cravo-da-índia e açafrão e cozido num caldo de carne;
  • Coca, é um produto artesanal típico de todas as regiões, que em Ibiza e Formentera tem algumas variedades, tais como, a coca de gató, coca de pebrera, coca de tomate, coca de sobrasada e coca de acelga.

Dá uma vista de olhos aos alojamentos anunciados na Rentalia e prepara a tua estadia em Formentera.

5. Ilha do Pico

Ilha do Pico
Wikimedia commons
Finalmente, se preferes "ir para fora cá dentro", o Pico pode ser o destino perfeito para escapar da confusão. A Serra do Pico, a montanha mais alta de Portugal, é um paraíso onde a natureza, a gastronomia e a hospitalidade ditam as regras. A Ilha do Pico mantém a autenticidade de uma ilha sem turismo de massa e as suas cores e sabores convidam a contemplar as suas paisagens de paz e tranquilidade.

As atividades mais famosas da ilha giram em torno da observação de golfinhos e baleias nas suas costas e na subida à montanha do Pico, para caminhantes experientes e sempre com bom calçado. Uma vez lá em cima, todo o esforço valerá a pena, graças às vistas espetaculares.

O que visitar no Pico:

  • Mergulha numa das muitas piscinas naturais que se encontram por toda a ilha, como por exemplo, as piscinas naturais de Criação Velha, as de São Roque do Pico, as de Lages do Pico ou as de Santa Luzia;
  • Passeia pelas suas aldeias pitorescas, como Madalena e Lages;
  • Descobre as vinhas vulcânicas da ilha, na montanha, que são um Património Mundial da UNESCO.

O que comer no Pico:

  • O queijo típico e delicioso de São João, com casca amarela, o cheiro intenso e interior macio, produzido a partir de leite de vaca;
  • Todo o peixe e marisco que queiras (e possas comer). Escolhe entre lapas, lagostas, caranguejos, cavacos e santolas, com um sabor único;
  • Se gostas de terminar a refeição com uma bebida doce, pede uma Aguardente de Figo ou de outros frutos locais, destiladas em alambiques de cobre velho.

Encontra uma casa de férias no Pico na Rentalia.