Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação: juros sobem há oito meses

Autor: Redação

A taxa de juro do crédito à habitação e a prestação média da casa aumentaram em abril face ao mês anterior. Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação situou-se em 1,465% em abril, tendo aumentado ligeiramente (0,020%) quando comparada com março – está a subir há oito meses, desde agosto. 

“Nos contratos para Aquisição de Habitação, a taxa de juro foi 1,480%, tendo aumentado 0,021% face à taxa observada em março. Para os contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita situou-se em 3,236%, correspondendo a um aumento de 0,097% em comparação com o mês anterior. Nos contratos relativos a Aquisição de Habitação celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita foi 3,210% (3,123% no mês anterior)”, refere o INE.

No que diz respeito à prestação média vencida, para a globalidade dos contratos, fixou-se em 260 euros em abril, ou seja, aumentou um euro face a março. Já no conjunto dos contratos celebrados nos últimos três meses, “o valor médio da prestação fixou-se nos 317 euros, menos dez euros que o valor observado no mês anterior”, esclarece o INE.