Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação com obras: como pedir um empréstimo deste tipo?

Encontrar a casa ideal não é fácil. Uma das soluções pode ser fazer obras num imóvel para que se aproxime das tuas expectativas.

Comprar casa com crédito à habitação e fazer obras, sim ou não?
Foto de Kindel Media no Pexels
Autor: Redação

Adquirir um imóvel a necessitar de algumas intervenções também se traduz num preço de compra mais baixo, aumentando o leque de soluções na procura de casa. Fazer obras de remodelação numa casa recém-adquirida permite tornares o imóvel mais acolhedor, aumentar a sua funcionalidade ou ajustar alguns elementos a gosto, como a cozinha, casas-de-banho, pavimento, etc.

Estas melhorias também podem levar a uma melhoria da classificação energética da casa, o que se traduz em maior conforto e/ou redução da fatura energética.

A questão muitas vezes colocada é: como comprar uma casa recorrendo a crédito à habitação, sendo que ainda necessitamos de um empréstimo para obras? 

É simples. Atualmente, os bancos já disponibilizam opções de créditos à habitação com obras incluídas. A principal diferença está no processo de avaliação do imóvel, onde a casa é avaliada de acordo com o estado atual e é atribuída uma estimativa após conclusão das obras, de acordo com o orçamento apresentado, explicam os especialistas do idealista/créditohabitação.

Truques para conseguir um empréstimo para comprar casa e fazer obras

Uma vez financiada a aquisição do imóvel, o montante para as obras será libertado por tranches, tendo em conta a sua evolução. Os montantes libertados serão de acordo com as conclusões retiradas das vistorias efetuadas à casa, no decorrer das reparações e melhorias.

Relativamente aos montantes máximos de financiamento por parte dos bancos, não alteram muito face ao que se pratica para a aquisição simples de um imóvel através de crédito à habitação, ou seja, podes ambicionar financiar até ao máximo de 90% da totalidade do investimento ou da avaliação (o menor dos dois) no caso de habitação própria permanente e 80% para habitação secundária, nas mesmas condições.

Deves ter em consideração que a casa a adquirir tem de apresentar condições de habitabilidade. Caso o imóvel que pretendas adquirir não reúna essas condições, não será possível obteres crédito à habitação para a aquisição e obras nas condições anteriormente identificadas. 

Igualmente, a aquisição de casas rústicas não se enquadra neste tipo de financiamento, uma vez que os bancos não assumem a casa como garantia para o financiamento desejado, assemelhando-se mais com a aquisição de terreno e respetivo projeto de construção de imóvel.

Compara os melhores créditos à habitação em idealista/créditohabitação e esclarece as tuas dúvidas de forma gratuita.