Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

easyJet vai deixar de voar para os Açores em outubro

Autor: Redação

Dois anos depois de arrancar com a operação, a easyJet vai deixar de voar para os Açores, onde tem atualmente quatro voos de ida e volta por semana. O diretor da companhia aérea de baixo custo anunciou que a rota Lisboa - Ponta Delgada vai acabar no final de outubro.

A easyJet argumenta que, apesar de ter lutado três anos por esta liberalização, não conseguiu entrar naquele mercado "com a oferta mínima de qualidade", segundo disse, citado pela Lusa, José Lopes em conferência de imprensa

"Nós não saímos por o tráfego de Ponta Delgada estar a baixar - estava a crescer - mas, na nossa conjuntura, não conseguimos ter a oferta que queríamos, que era, no mínimo, ter dois voos diários. Não tendo essa capacidade preferi retirar e transformar essas rotas em rotas diárias [em outros destinos]", explicou o responsável.

Reforço de outras ofertas

A easyJet, por outro lado, promete aumentar em 7% o número de lugares disponíveis no próximo inverno: mais 100 mil em Lisboa, com reforço nas ligações a Bordéus, Luton (Londres), Lyon e Zurique, mais 25 mil no Porto, com o reforço nas ligações a Genebra e Gatwick (Londres), mais 42 mil lugares em Faro, com duas novas operações - Lille e Nice - e reforço de Paris, Bristol e Luton, e mais oito mil no Funchal, destacando-se o crescimento da rota para Basileia.

"Em resumo, em Portugal teremos mais 175 mil lugares, num total de quase 2,7 milhões de lugares no inverno, 598 voos semanais e mais 26 rotações (ida e volta) por semana", conclui José Lopes.