Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Comprar bicicletas e perfumes com bitcoins? Sim, já é possível

Creative commons
Creative commons
Autor: Redação

Há cada vez mais lojas e serviços em Portugal a aceitar moedas digitais como a Ripple ou a Bitcoin enquanto moeda de troca. Caso para dizer que a febre das criptomoedas se está a instalar em território nacional, ainda que, para já, de forma gradual. Neste momento já se compram perfumes, bicicletas, estadias em hotéis e até já há advogados a aceitar estas moedas como forma de pagamento.

Encontrar lojas que aceitem criptomoedas já não é, afinal, assim tão difícil. Segundo o ECO, que decidiu ir às compras com bitcoins, não há assim tantas barreiras. Senão vejamos o caso da Casa Campos, em Sátão (Viseu), que vende peças de vestuário, calçado, malas e outros acessórios. Esta loja, conta a publicação, tem placas colocadas estrategicamente na montra que indicam que o estabelecimento permite transações com Bitcoin, Litecoin e Ethereum.

“Quisemos alargar os métodos de pagamento à população. As moedas digitais são o método do futuro, veio para ficar”, disse o lojista Fábio Campos. “O atual sistema financeiro vai tornar-se obsoleto e estamos já a atualizar a esta nova realidade”, acrescentou.

Mas este não é caso único. As moedas virtuais também já pagam… bicicletas. No centro do Porto, a Velo Culture, uma loja e oficina de bicicletas, desde dezembro que passou a aceitar a Bitcoin como meio de pagamento, por sugestão de um cliente. E já foi vendida uma bicicleta e vários acessórios num total de 1.500 euros, tudo em moeda digital.