Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Toys “R” Us Ibéria comprada por investidores portugueses

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A Toys “R” Us Ibéria vai continuar ativa em Portugal e Espanha, depois de ter sido adquirida por uma sociedade portuguesa de investimento, a Green Swan, liderada por Paulo Andrez, que passa a deter 60% da empresa – os restantes 40% ficam na posse da equipa de gestão. Trata-se de um investimento de 80 milhões de euros ao longo de quatro anos.  

O processo garante a continuidade do negócio de brinquedos nos dois países, nomeadamente o funcionamento de todas as lojas e a manutenção dos postos de trabalho. A aquisição contou com o apoio do Grupo Toys “R” Us e dos stakeholders da Toys “R” Us Ibéria, sendo que Paulo Sousa Marques – já fazia parte da direção da empresa desde 1992 – assumirá o cargo de CEO.

“Estamos muito confiantes e seguros do futuro desta empresa, com todo o capital humano existente e as suas competências, nos colaboradores e parceiros, e muito motivados para continuar a oferecer às famílias, aos seus bebés e crianças, as melhores ofertas de produtos, desde a puericultura, materiais pedagógicos e os de entretenimento”, afirmou o novo CEO, citado pela Lusa.

Jean Charretteur, até agora Diretor Geral da Ibéria e França, considerou que “este acordo é consequência do processo desenvolvido pela empresa desde março, que tinha como objetivo encontrar um investidor que trouxesse os recursos e ambição para assegurar, em linha com a implementação do plano de negócios, a viabilidade da Toys “R” Us em Espanha e Portugal“.

A Green Swan adiantou ao ECO que entre a aquisição e o investimento no negócio deverá despender cerca de 80 milhões de euros ao longo de quatro anos.

De recordar que, em março deste ano, o grupo anunciou que iria encerrar todas as lojas no Reino Unido, deixando mais de 3.000 pessoas no desemprego. No dia seguinte, divulgou que ia proceder à liquidação do negócio nos EUA.