Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Corrupção custa mais de 18 mil milhões por ano aos cofres portugueses

Autor: Redação

Quanto custa a corrupção a Portugal? Cerca de 18,2 mil milhões de euros por ano, o equivalente a cerca de 7,9% do Produto Interno Bruto (PIB). Portugal é, de resto, o 11.º país dos 28 Estados-membros da União Europeia (UE) onde a fatura da corrupção é mais elevada, em termos absolutos.

Em causa estão as conclusões de um estudo do Grupo dos Verdes/Aliança Livre Europeia apresentado no Parlamento Europeu. No capítulo dedicado a Portugal, citado pelo Jornal de Negócios, o documento refere que o montante perdido para a corrupção supera o orçamento anual para a Saúde (16,2 mil milhões de euros) e é dez vezes superior às despesas com o desemprego (1,8 mil milhões).

Se este valor perdido para corrupção fosse distribuído por toda a população, cada português receberia cerca de 1.763 euros por ano. O estudo mostra ainda que, segundo dados de um inquérito do Eurostat, em 2017, 92% dos portugueses acreditava que a corrupção era generalizada no país e 79% dizia que a corrupção fazia parte da cultura de negócios em Portugal.

O estudo assinala que, anualmente, a corrupção custa um total de 904 milhões de euros aos cofres da UE. Em termos de valor perdido para a corrupção, Itália é líder. Segundo a publicação, todos os anos são 237 mil milhões de euros de custos com a corrupção neste país, o que corresponde a 13% do PIB italiano e representa 26% das perdas totais para a corrupção dos 28.