Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Economia mundial em alerta: FMI corta nas previsões de crescimento do PIB até 2021

Expresso
Expresso
Autor: Redação

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou que a taxa de crescimento do PIB mundial desceu em 2019 para 2,9%, um mínimo desde a Grande Recessão de 2009. Para os dois anos seguintes (2020 e 2021), a aceleração vai ser fraca. 

Segundo o Expresso, que se apoia em dados revelados pela entidade liderada por Kristalina Georgieva na abertura do Fórum Económico Mundial em Davos, excluindo o ano de 2009, o ritmo de crescimento de 2019 é o mais fraco desde 2001, quando a economia mundial cresceu 2,5%. O cenário futuro mantém-se pouco otimista, já que os técnicos do FMI reviram em baixa as projeções do crescimento mundial para 2020 e 2021 - de 3,4% para 3,3% e de 3,6% para 3,4% respetivamente.

“Para o FMI, a Zona Euro deverá acelerar ligeiramente para 1,3% em 2020, em vez de 1,4% projetado em outubro. Em relação à Alemanha, a nova projeção para 2020 corta em duas décimas a anterior, de 1,3% para 1,1%. Quanto a Espanha, o principal cliente de Portugal, o FMI projeta agora 1,6% em 2020 face a 1,8% anteriormente, e 1,7% em 2021, em vez de 1,6%. Em relação a França, que é o segundo cliente português, o FMI mantém as projeções de 1,3% para 2020 e 2021”, refere a publicação.